quinta-feira, janeiro 19, 2017

A VERDADE POR TRÁS DE PAULO FREIRE

O método Laubach se fundamenta na difusão da leitura para a implementação do conhecimento de forma simplificada, dizendo ser o analfabetismo uma das grandes barreiras para a paz no mundo. Seu método alcançou notável sucesso onde foi aplicado, notadamente em várias regiões da Ásia e na América Latina. É esta a fonte de Paulo Freire, mas com uma distorção, onde Laubach, reforçava o papel da religião, Paulo Freire trocou pela política e distorceu também o papel do estudante e do professor, tirou a autoridade do professor e passou a considerar o estudante como sujeito, o que é na verdade uma vigarice, pois o sujeito, primeiro tem que ter o conhecimento para depois ter a consciência de si como sujeito, pois  Paulo Freire fez o que fez Hitler com sua juventude  Nazista, que deu aos meninos o direito de ter mais autoridade que seus pais, bastava aderir ao nazismo e denunciar seus pais, e Paulo Freire, passa a autoridade para o estudante, ao mesmo tempo que permite a estes estudantes o direito da autoridade desde quando ecoem as frases esquerdistas e assim, Paulo Freire que diz que o estudante é um sujeito, na verdade o transforma em um boneco de corda, e o caminho mais fácil para ser um bom boneco de corda é repetindo as frases prontas comunistas. Assim, o que funciona no método de Paulo Freire é do método de Laubach , que ele apenas copiou e nem deu o credito.
Antes do método de Paulo Freire existir, o Brasil tinha 70 por cento de analfabetos, mas os 30 por cento alfabetizados eram realmente alfabetizados, então o que precisava ser feito era estender a oferta daquela educação que existia e já era comprovadamente capacitada e funcionava. Usando portanto este numero de analfabetos, os comunistas resolveram destruir a educação que dava certo e Paulo Freire cria seu método que transforma estudante em militante político pró comunista, sem nem mesmo ele saber que é um militante. Assim, o sistema passa a ser o culpado pelo seus fracassos e ele como se fosse um boneco não tem nenhuma interferência no seu próprio destino.
Com Paulo Freire e seus militantes que se chamam de pedagogos, a educação brasileira deixou de lado o ensino das exatas, deixou de cobrar eficiência e passou a proporcionar ao estudante a chance de aprender uma frase e sair por ai repetindo, em vez de a educação proporcionar ao estudante o conhecimento e ele mesmo decidir a sua ideologia, Paulo Freire e seus seguidores empurram goela abaixo uma ideologia, a comunista, e falam de um mundo novo a ser construído, o que é uma mentira, pois este mundo novo já vem enlatado e tem dono,  que é o partido de esquerda, onde seus lideres se transformam em reis absolutistas e o povo se transforma no escravo perfeito e bobo deste regime feroz e desumano: Cuba e Coreia do Norte são exemplos deste mundo novo pregado pelos pedagogos progressistas, onde progresso mesmo só na palavra.
No método de  Paulo Freire o conteúdo deixa de ser importante, o professor deixar de ser aquele que passa conteúdo e que deveria junto com o estudante construir o conhecimento, mas Paulo Freire, e seu seguidores fizeram da nossa educação fundamental, o local preferido para suas teses, onde conteúdo não é tão importante e o professor é educador, ora educador é a mãe e o pai, é a família, não o professor, o papel do professor não é fazer a cabeça do estudante, não é transforma-lo em agitador de rua, em invasor de escolas, em queimador de pneus nas ruas, o papel do professor é oferecer ao estudante o conhecimento para que ele tome suas decisões.
Tendo a educação como um caminho, não para aprender e apreender o conhecimento existente e assim com liberdade construir por este caminho sua estrada, Paulo Freire e seus seguidores ignoraram e ignoram as exatas e elegeram e elegem as disciplinas  das humanas como as preferidas, e ai, nas humanas, com mentiras sobre a história, mentido sobre a realidade de como que é realmente um país governado com as ideias de esquerda, usou e usa estas disciplinas para fazer delas multiplicadoras de repetidores de frases prontas marxistas, de militantes comunistas, sem nenhuma chance dessas pessoas terem acesso ao contraditório destas ideias, eles os seguidores de Paulo Freire, não permitem aos estudantes o acesso às ideias que negam a ideia comunista, empurram a ideia esquerdista goela abaixo, como se fosse a única e justa, negando aos estudantes o direito de conhecer o outro lado para escolherem, pois  para o Paulo Freire, estudante é apenas o recebedor de informação e não um sujeito, na pratica o discurso é outro, com capacidade de compreender e decidir, ele precisa já receber pronto, e assim o professor diz: isto é o certo e vocês, obedecem cegamente.
Paulo Freire e seus seguidores comunistas disfarçados de professores, odeiam as exatas, que para eles são sinônimos da opressão, sabemos, então, por que é o Brasil hoje um fracasso total no seu sistema educacional e sabemos também por que tanto a matemática quanto a física são odiadas por quase a totalidade dos estudantes, fazendo do Brasil um país de tolos e condenado a comprar tecnologia de ponta pronta.
Professor precisa se voltar ao conteúdo e respeitar a individualidade, permitindo ao estudante, decidir, tendo acesso a todas as teorias políticas e não somente lendo um lado, formando portanto seu conhecimento que possibilite a sua escolha na vida política e social e Paulo Freire, quer na marra, transformar meninas e meninos em futuros arruaceiros, frustrados pelos seus fracassos elegendo o sistema como o inimigo, como se ele não tivesse nenhuma interferência em sua vida.
É hora de gente responsável, lutar por um Brasil sem mentira e que a educação fundamental, seja o lugar para aprender conteúdos.

Ronaldo Braga

Nenhum comentário: