sexta-feira, novembro 11, 2016

LULA FALA PARA AS BARATAS

Nos idos de 2007, 2008, eu sentia que o Lula acabaria falando para as baratas e que de sua voz, em breve, não teria mais nada de valor, eu dizia isto, somente medindo o que dizia o Lula, suas bravatas, suas baboseiras, que eram encobertas por uma avalanche de propaganda e por uma política que tinha data marcada para fracassar. O Lula falava e um sentimento de tristeza tomava conta de minha alma: este cara é o presidente. O seu estilo de pilantra ficava cada vez mais claro e sua pilantragem cresceu demasiado até que ficou maior que o apoio e a tietagem daqueles que esperam cair as moedas e também daqueles que por interesses patológicos se apegam ao Lula, com uma força inumana.
O apoio do povo ao Lula, se deu em um primeiro momento como uma esperança, depois a ficha caiu, a política desastrada de endividar o país e as famílias foram ficando claramente identificada e se percebeu que não tinha nenhum projeto desenvolvido para o Brasil e sim para enricar o Lula e manter o PT no poder, então todo apoio dado no mensalão, se transformou em uma revolta, o povo se sentiu enganado, roubado, tratado como criança e ai então veio o abandono e o povão principalmente, percebeu que o Lula não era e nem é mais nem menos que um aventureiro que usa a situação difícil do trabalhador apenas como escada para ganhar dinheiro e poder.
Hoje Lula não elegeu nem o filho para vereador, mas no entanto seus pares, repetem o mantra que a direita tenta impedir o Lula de ser candidato, ora, hoje o Lula é o melhor candidato para ser derrotado, assim como foi antes de tirar a mascara e se unir aos políticos que gostam do cofre público e tinha alguma relação com o povo e eram chamados, de forma equivocada, como direita. o povo asseriu nas eleições de 2016 que Lula não tem mais voz e nem voto, não tem resiliência nem o PT e nem o Lula, mas o povo brasileiro sob apostar e descartar quando a aposta se mostrou uma fraude.
Lula não será candidato e se for, será nanico, pois seus votos serão os mesmo da década de oitenta, mas sem o charme que tinha, uma vez que nos anos 80, o Lula era uma voz futura, pouca gente sabia que ali estava um embusteiro, a esquerda no Brasil era uma lenda, tinha um bom caldo cultural e mesmo em um país conservador, acabou por vencer, como uma aposta. Hoje a esquerda é comprovadamente incompetente, corrupta e todos sabem que seus planos são baseados em mentiras, sabotagens e armadilhas contra o povo: a esquerda odeia o povo. Hoje o povo sabe disso.
Ser uma voz que fala às baratas é o que resta ao Lula, com os bolsos cheios, ele deve sorrir e muito bebendo seus vinhos caros, mas seu destino pode a qualquer momento mudar e este grupo cada vez menor que o acompanha, será cada vez menor.
Quando o Lula fala, o povo vira as costas.

http://www.ronaldobragas.blogspot.com
Ronaldo Braga

Nenhum comentário: