sábado, novembro 26, 2016

UMA ALEGRIA TRISTE

O Bahia subiu, mas não por sua capacidade, não por seu próprio mérito, o Bahia na última partida foi um time medíocre, sem nenhuma confiança em seu elenco, jogando apenas na retranca e esperando que o outro erre e não buscando vencer, desesperadamente tentando não perder, conclusão, só perdeu de 2 a 1, devido ao adversário ter jogado tranquilamente sem forçar.
Mas a verdade é que se se examinar o Bahia jogando o campeonato, se pode perceber que não se deveria esperar outra coisa, foi um time sempre covarde, que mesmo quando tinha um jogador a mais jogava na retranca, várias vezes ganhando de dois a zero, e com um jogador a mais, o Bahia cedeu o empate, como na partida contra o CRB.
O resultado deste time que não honra a sua história se deve à uma diretoria, formada por pessoas arrogantes, que não conhecem futebol, mas que se acreditam geniais, um treinador fraco, um elenco caro, não sei por que , uma vez que não vejo jogador ali que possa ser caro, deixando uma suspeita de que muita gente ganha, além do jogador, destes salários assim tão altos.
Mantendo esta toada, o Bahia sobe para descer, este time fraco para a serie B, é candidato sério a ficar na lanterna na serie A. Para mudar e voltar a ser um time vencedor e honrar a sua história é necessário um planejamento, buscando jogadores bons, pelo menos 14 jogadores de qualidade serie A, mesclar com jogadores da base e manter no máximo 4 atletas deste atual elenco, como por exemplo, Juninho.
A torcida do Bahia é maior que a sua diretoria e bem maior que este time digno de uma terceira divisão, time sem vergonha com um treinador medroso.

Ronaldo Braga

quarta-feira, novembro 16, 2016

Felipe Moura Brasil comenta na Rádio Gaúcha vitória de Trump e cenário brasileiro para 2018


A DIREITA PRECISA MUDAR

Uma das coisas mais fortes do liberalismo político, é o empreendedorismo, o indivíduo ou pequenos grupos se unem e trabalham uma ideia e vão a luta por melhores condições de vida,. A esquerda só faz isso no sentido de militância, são empreendedores na sua militância, claro que paga e com dinheiro sempre de origem duvidosa. Uma minoria radical ocupa uma escola e fica uma pergunta cadê a maioria?
Ora basta a maioria se reunir fazer uma outra assembleia e anular o resultado feita pela minoria. E ainda fazer um documento com assinatura da maioria e pedir que a policia, a justiça tome providências, não precisa e no local se bater com os meliantes invasores. Entrega o documento a todas as esferas envolvidas no processo, incluindo aos da defensoria, quero ver o que eles vão dizer: a minoria tem mais direito? Claro que não, ficará sim refém da realidade e não da patologia cega da militância de quem recebe do povo para proteger o povo e protege uma ideologia em detrimento dos interesses do povo.
Uma coisa é certa, enquanto a maioria permitir, a minoria fará o que quer em qualquer área e se baseiam justamente que a maioria ficará em silêncio mordendo a costa e falando nos cantos contra a invasão. Atitude é o que precisa e assim colocar os meliantes pra correr com o apoio da lei e da ordem.
Estudantes contrários às invasões de qualquer escola invadida, pode fazer sua assembleia, registrar em ata e pedir à justiça, à policia e comunicar à imprensa e desmascarar esta minoria fascista, que com a truculência tenta fazer o Brasil refém das doenças esquerdistas.
Vamos à luta estudantes que querem estudar, trabalhadores que querem trabalhar, vamos dizer não à CUT, dizer não à UNE, pois tanto CUT, quanto UNE, querem apenas destruir o Brasil para o PT ou qualquer esquerda governar.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

terça-feira, novembro 15, 2016

NÃO EXISTE NOVA ESQUERDA. O DISCURSO DE UMA NOVA ESQUERDA É UMA FALÁCIA

O mundo dos sonhos das esquerdas, é justamente a quebradeira do previdência social, tanto a do país como a dos estados, é assim que eles sonham em voltar ao poder, vão tentar impedir qualquer providência, qualquer atitude do governo, seja estadual ou federal, no sentido de regularizar e sanar as dificuldades. As esquerdas não se importam com os aposentados, assim como não se importaram em produzir uma gigante leva de desempregados no país, e depois mentir e colocar a culpa no Temer.
Ouvindo um esquerdista, dito informado, a primeira coisa que você percebe é que a fala do senhor esquerdista em nada bate com a realidade, ele fala de uma esquerda que não existe, doura a pílula, no intuito de enganar, um ladrão nunca diz que vai lhe roubar, ao contrário, afirma que quer lhe ajudar e ai se aproxima e comete o golpe que lhe rouba suas economias, assim é também com um esquerdista quando este é bem informado, ele fala de um projeto esquerdista, de uma nova esquerda, que nunca existiu e nunca vai existir, pois em todo momento quando fracassa um projeto de poder esquerdista, os novos esquerdistas aparecem e diz que aquilo não representa e nem representou a esquerda e que pelo contrário aquilo atrapalhou o desenvolvimento da esquerda, mas ai vem um outro governo e tudo aquilo se repete e eles não deixam de apoiar o que significa atrapalhar a esquerda, como a ditadura de Cuba. Os bem informados concordam que Cuba não é um estado dos sonhos, mas no entanto apoiam e lutam desesperadamente por Cuba.
Um esquerdista bem informado tem a tarefa de enganar incautos, enganar quem não conhece a história e acaba acreditando naquele moço bem falante que foi traído por gente de sua ideologia, mas que tem o interesse exclusivamente no povo e em manter a democracia, mas a primeira coisa que morre quando a esquerda chega ao poder é a democracia e a segunda é o emprego do povo. O governo Lula primeiro tentou matar a democracia e depois matou os empregos
Para a esquerda, quanto pior estiver a economia do país, melhor para seu discurso arrogante, mentiroso e de guerra, as esquerdas são como os urubus, vivem de carniça, vivem da miséria, precisam da miséria e depois aumentam mais ainda a miséria transformando adultos em crianças e governando com tirania, em busca do governo eterno: o delírio de qualquer partido esquerdista no poder.
Democracia, bem estar, economia funcionando isto é somente projeto de direita diz a esquerda, não no discurso, mas com sua pratica, e essa é uma verdade incontestável: a direita governa para o povo mais que a esquerda.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

sexta-feira, novembro 11, 2016

LULA FALA PARA AS BARATAS

Nos idos de 2007, 2008, eu sentia que o Lula acabaria falando para as baratas e que de sua voz, em breve, não teria mais nada de valor, eu dizia isto, somente medindo o que dizia o Lula, suas bravatas, suas baboseiras, que eram encobertas por uma avalanche de propaganda e por uma política que tinha data marcada para fracassar. O Lula falava e um sentimento de tristeza tomava conta de minha alma: este cara é o presidente. O seu estilo de pilantra ficava cada vez mais claro e sua pilantragem cresceu demasiado até que ficou maior que o apoio e a tietagem daqueles que esperam cair as moedas e também daqueles que por interesses patológicos se apegam ao Lula, com uma força inumana.
O apoio do povo ao Lula, se deu em um primeiro momento como uma esperança, depois a ficha caiu, a política desastrada de endividar o país e as famílias foram ficando claramente identificada e se percebeu que não tinha nenhum projeto desenvolvido para o Brasil e sim para enricar o Lula e manter o PT no poder, então todo apoio dado no mensalão, se transformou em uma revolta, o povo se sentiu enganado, roubado, tratado como criança e ai então veio o abandono e o povão principalmente, percebeu que o Lula não era e nem é mais nem menos que um aventureiro que usa a situação difícil do trabalhador apenas como escada para ganhar dinheiro e poder.
Hoje Lula não elegeu nem o filho para vereador, mas no entanto seus pares, repetem o mantra que a direita tenta impedir o Lula de ser candidato, ora, hoje o Lula é o melhor candidato para ser derrotado, assim como foi antes de tirar a mascara e se unir aos políticos que gostam do cofre público e tinha alguma relação com o povo e eram chamados, de forma equivocada, como direita. o povo asseriu nas eleições de 2016 que Lula não tem mais voz e nem voto, não tem resiliência nem o PT e nem o Lula, mas o povo brasileiro sob apostar e descartar quando a aposta se mostrou uma fraude.
Lula não será candidato e se for, será nanico, pois seus votos serão os mesmo da década de oitenta, mas sem o charme que tinha, uma vez que nos anos 80, o Lula era uma voz futura, pouca gente sabia que ali estava um embusteiro, a esquerda no Brasil era uma lenda, tinha um bom caldo cultural e mesmo em um país conservador, acabou por vencer, como uma aposta. Hoje a esquerda é comprovadamente incompetente, corrupta e todos sabem que seus planos são baseados em mentiras, sabotagens e armadilhas contra o povo: a esquerda odeia o povo. Hoje o povo sabe disso.
Ser uma voz que fala às baratas é o que resta ao Lula, com os bolsos cheios, ele deve sorrir e muito bebendo seus vinhos caros, mas seu destino pode a qualquer momento mudar e este grupo cada vez menor que o acompanha, será cada vez menor.
Quando o Lula fala, o povo vira as costas.

http://www.ronaldobragas.blogspot.com
Ronaldo Braga

quarta-feira, novembro 09, 2016

É MAIS FÁCIL OFENDER

Reinaldo Azevedo, da veja, chama de bananas quem não, engoliu seu apoio à Hillary.
Acredito que alguma coisa anda errado quando alguém chama de banana quem aponta alguma falha. Eu me espanto ainda, mesmo pessoas capacitadas são capazes de reagir com ofensas.
E a verdade é que  tentaram generalizar as propostas de Trump, difamando mais que informando, deformando as ideias que ele apresentou para mostrar ao mundo um Trump que cabia nas cabeças que de forma disfarçada queriam a vitória de Hillary a qualquer custo e usava um Trump imaginário para justificar a escolha.
Eu continuo lendo e o que quero, quando aceito, eu elogio e o que eu não aceito serei banana, mas não deixarei de criticar e sei que para um espírito elevado, aceitar as criticas, sejam elas em tom de ironia ou não, é uma condição de espírito elevado.
Então sinto muito senhor jornalista Reinaldo Azevedo, mas não fica de bom tom engolir bananas assim.
Abraços
www.ronaldobragas.blogspot.com
Ronaldo Braga
O POVO AMERICANO DISSE NÃO À GESTÃO OBAMA

Donald derrota toda uma onda de mentira e arrogância da mídia esquerdista americana, todos os comentários do Donald, sobre relação com as mulheres, sobre mosquitos, sobre ets, feitos décadas atrás, foram usados para derruba-lo. Aqui no Brasil alguns embarcaram na canoa furada do discurso anti Donald, por razões as mais variadas, para mim o estranho era não se ter em conta que quem estava do outro lado era Hillary, que tornou o mundo um lugar mais perigoso com sua terrível política externa.
Donald tem direito sim de discutir a questão dos imigrantes, todo país tem o direito de discutir essa questão e tomar a atitude que achar a mais interessante para o seu próprio país,não podemos e nem devemos calcar a posição do outro pela nossa própria realidade, a cada um cada um.
Neste momento, alguns torcem o nariz para esta vitória, mas logo logo vão  compreender que cada povo é soberano e o Donald também ganhou o senado, ao contrário do que dizia os chamados especialistas que apontavam uma vitória dos democratas.
O povo americano reprovou a gestão Obama, essa é a discussão ignorada por sábios e analistas, brasileiros e americanos.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

terça-feira, novembro 08, 2016

VOTARIA EM TRUMP, SE VOTASSE NOS EUA

Assim como, nem todas previsões negativas sobre a eleição de Obama se concretizaram, algumas sim, como a derrocada do Oriente médio, por que com a eleição de Trump não poderia acontecer a mesma coisa?
Eu votaria em Trump, prefiro um direitista equivocado que um esquerdista também equivocado, ou Hillary é uma esquerdista com boas intenções?
Acredito que cada um faça sua escolha, mas alguns argumentos contra o Trump não se sustentam, quando se faz a opção por Hillary.
A corda vai esticar mais um pouco e os esquerdistas com Hillary ganham mais palanques para destilar suas mentiras e destruir valores mundo afora. Obama foi sim um recuo na busca de um mundo mais justo, discurso e mais discurso em prol do pobre, enquanto o pobre ficou mais pobre e as universidades antros de esquerdistas ficaram com mais dinheiro e mais prestigio e mais espaço nas mídias e quando se fala em universidades, se fala em atrocidades contra a verdade e uma capacidade inumana para distorcer a realidade.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

sexta-feira, novembro 04, 2016

FELIPE MOURA BRASIL - Vídeo especial – Como influenciar pessoas para o bem

Viktor Frankl e Dennis Prager
Viktor Frankl (1905-1997) e Dennis Prager



Na TVeja:
“O colunista Felipe Moura Brasil conta sua experiência de convidado da PragerU em Los Angeles e faz uma edição especial do discurso de Dennis Prager no jantar que celebrou 150 milhões de visualizações. Acompanhe!”
* Site oficial da PragerU: www.prageru.com
* Canal da PragerU no Youtube: AQUI.
Aplicativo da PragerU para celular (Pragerpedia): AQUI. / Vídeo de apresentação: AQUI.
* Página dos Tradutores de Direita, onde há, entre outros, vídeos da PragerU legendados em português: AQUI.
* Veja também aqui no blog:
Por que eu, brasileiro, sou um conservador
– O mínimo que você precisa saber sobre a imprensa
Quem odeia corrupção tem de combater inchaço do Estado
– 4 vídeos curtos para entender relações Israel-Hamas-ONU e conflito no Oriente Médio
PS: Meu vídeo para a PragerU estará disponível em breve. Aguardem.
Felipe Moura Brasilhttp://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil
Siga no Twitter, no Facebook e no Youtube.

quinta-feira, novembro 03, 2016


FRENTE DE ESQUERDA COMANDADA POR DOUTORES E MESTRES, LEMBRA O MASSACRE DE RUANDA

É espantoso, verificar que enquanto o discurso desta esquerda universitária, que em nada se difere da não universitária, fala em povo, em pobre, em negro, em mulheres, na pratica esta universidade não tem nada de favorável a este povo, o que eles querem é proteger os que repetem seus discursos, se não repete, não vale nada mesmo sendo mulher, se não repete não vale nada mesmo sendo negro, se não repete não vale nada mesmo sendo pobre. Estes doutores, são de uma arrogância ímpar, autoritários, lutam por uma ditadura do proletariado que é na verdade a volta do absolutismo real, sem o rei, mas com o partido único, fuzilando pobre e negro que não aceitam suas cordas.
Enquanto combatem a riqueza, vivem como monarcas no luxo às custas do suor alheio. Defendem uma tese furada e fraca, sem nenhuma coerência com a vida humana, o marxismo é na verdade uma bíblia e como bíblia não precisa ter nenhuma coerência, pois advém do Deus Marx, defende ideias como: fuzilar os povos primitivos, pois eles, o povo primitivo, não poderiam se adaptar à vida revolucionária; sindicato não deve defender melhoria no salário e nem nas condições de trabalho,pois trabalhador que ganha bem vira burguês.
Culturalmente é mais ainda espantoso perceber como estes doutores e mestres são de uma fanfarronice sem tamanho, inventam teses para amarrarem a vida do povo em suas fantasias, não respeitam a cultura popular e nem tendo a base da história como regulador das mudanças, mas sim, impondo ao povo uma cultura, fruto de teorias mortas e mentirosas, falsas, sobre a própria história, é bom se estudar o aconteceu em Ruanda,que teve o massacre de uma parte da população patrocinada a partir de teses homicidas de doutores e mestres das universidades de Ruanda, isso eles sabem fazer: oprimir, massacrar,dominar, matar, em nome de um suposto bem coletivo que no fundo é apenas o bem deles.
O Brasil precisa por fim a esta realidade, uma vez que a rigor estes senhores, doutores marxistas, fazem na pratica, muito mal a educação, a cultura e a política do país.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

quarta-feira, novembro 02, 2016

NA ELEIÇÃO DE 2016 O POVO COLOCOU A ESQUERDA EM SEU LUGAR: A LATA DE LIXO DA HISTÓRIA

O povo de uma forma própria,  vive naquela zona de controle, que busca escapar dos extremos e só confia em um discurso novo quando o que existe não mais cabe nas ilusões e nem mais permite ter esperanças, assim como volta para o velho que não tenha sido um completo desastre mas que acredita com segurança que foi melhor do que aquilo que como novo se apresentou como a redenção e foi apenas um desastre completo.
Esta eleição de 2016 deixa claro o apoio do povo ao impedimento de Dilma, o apoio ao governo Temer e o desejo de se livrar por completo do discurso esquerdista, 81% do eleitorado votou em candidatos que apoiam o temer, e somente menos de 15%  das cidades serão governadas por esquerdistas, o país portanto tomou posição e contra o marxismo .
Mais alguns recados deixa bem claro a forma do povo pensar:
-  Lula como político não é mais suportado pelo povo;
- Aécio Neves não será perdoado por não saber fazer política em seu próprio quintal;
- Geraldo Alckmin é o grande vencedor desta eleição, soube conduzir a luta contra os sabotadores do povo (PT,pcdob,psol) de forma elegante e eficaz;
- Temer ganha tempo;
-As ocupações das escolas apenas revelam o desespero das esquerdas e seu fracasso, o povo se afasta mais ainda desta turma que só conhece a sabotagem como forma de fazer política;
- o Brasil, mostra que sabe ler conjuntura e que não se apega a discurso, mas testa ideias e quando fracassam, elas são jogadas na lata de lixo da história;
- a eleição de 2016 fez o que todo país já fez antes: jogar a esquerda na lata de lixo da história, que é o lugar certinho e do tamanho das esquerdas;
- só resta às esquerdas fuzilar o povo pobre por não saber votar, Vladimir Ilitch Lenin ou Lenine como é conhecido, já fez isso.
Agora é manter o trabalho e ficar atento, pois sabotadores não respeitam a vida.
www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

Documentários celebram as trajetórias de David Lynch e de Toshiro Mifune

 
Luiz Zanin Oricchio,
O Estado de S.Paulo
01 Novembro 2016 | 20h00

Duas grandes vidas, sem dúvida. A de um cineasta, com dois pés fincados nas artes plásticas, David Lynch. E a de um grande ator, para muitos o maior do seu país, Toshiro Mifune. Retratadas em dois belos documentários: David Lynch: A Vida de um Artista, direção de Jon Nguyen, Olivia Neergaard-Holm e Rick Barnes, e Mifune: o Último Samurai, de Steven Okazaki.
O próprio Lynch descreve sua vida enquanto trabalha em seu estúdio. Suas mãos moldam e pintam, enquanto ele reflete sobre sua trajetória, da pequena cidade de Missoula até algo que muda tudo, uma bolsa de estudos do American Film Institute, que viabilizou seu primeiro longa, Eraserhead.
Mas o doc para por aí. Não avança até os grandes sucessos cult de Lynch, Veludo Azul e Twin Peaks. Limita-se aos, digamos assim, materiais de construção com que ele trabalha para criar os pilares de sua carreira de cineasta. É um Lynch pré-cinema, mas que ajuda demais na compreensão do Lynch cineasta. Em especial, por sua atenção aos dados da mente profunda, do acaso, a importância da escolha das imagens, a preservação do mistério das coisas, os limites da compreensão racional – tudo isso que, aplicado em filmes, resulta numa obra de límpida estranheza, mas que não deixa de tocar seu público. Apenas se comunica em um nível segundo, numa espécie de conversa íntima de inconsciente para inconsciente.


Foto: DivulgaçãoLynch. Filme não avança até seus grandes sucessos cult
Lynch. Filme não avança até seus grandes sucessos cult
O Último Samurai tem seu grande trunfo na riqueza do material apresentado, fato que se deve à carreira longa e produtiva do personagem. Toshiro Mifune participou de mais de 170 filmes e tornou-se o grande ator da era de ouro do cinema japonês. Em especial, encarnando a figura do Samurai, do guerreiro medieval. Desses 170 filmes, nada menos de 16 foram feitos sob a batuta do grande mestre Akira Kurosawa, em obras-primas como Rashomon e Yojimbo. Dois títulos que tiveram grande influência no mundo todo. Mas Toshiro, para faturar, trabalhou em obras muito comerciais. E enfrentou problemas com o alcoolismo, fato que o filme não esconde.