sábado, setembro 24, 2016

Hoffmann foi 

eleita com dinheiro 

roubado de 

aposentados 

pelo marido, indicam 

planilhas

Blog resume casamento entre corrupção e caixa dois eleitoral, com base em investigações

Por: Felipe Moura Brasil
gleisi-hoffmann-cabelo-novo-2016-8422
A campanha suntuosa que elegeu a petista Gleisi Hoffmann como a senadora mais votada do Paraná foi financiada com o dinheiro sujo arrecadado pelo seu marido Paulo Bernardo em esquema milionário de desvio de recursos no Ministério do Planejamento quando ele ocupava a pasta, segundo investigações.
Publicidade
A VEJA desta semana explica em detalhes o casamento entre corrupção e caixa dois eleitoral.
Este blog resume:
O PT ficava com 70% do superfaturamento na taxa de administração cobrada pela empresa paulista Consist de funcionários públicos, pensionistas e aposentados endividados que recorriam aos empréstimos consignados, cujas parcelas vêm descontadas automaticamente na folha de pagamento.
De acordo com a Polícia Federal, o partido arrecadou mais de 100 milhões de reais em cinco anos com base nesse método.
A cota do ex-ministro no esquema era transferida diretamente pela Consist para um escritório de advocacia de Curitiba, da confiança absoluta de Paulo Bernardo e Gleisi, sendo um dos sócios Guilherme Gonçalves, encarregado de defender a senadora em processos na Justiça.
A Consist fazia de conta que pagava pelos serviços de advocacia e os advogados pagavam as despesas do casal petista sem deixar rastros.
O casal não esperava, no entanto, que o advogado Sacha Reck, um dos sócios de Guilherme, resolvesse agir após ser acusado de envolvimento no escândalo.
Sacha pediu a uma empresa independente que fizesse uma auditoria nas contas e nos arquivos do escritório e descobriu que o contrato de serviços jurídicos com a Consist não passava de fachada.
Mensagens e planilhas guardadas em pastas secretas registravam o destino final do dinheiro:
“Eleitoral — Gleisi”.
Reproduzo o trecho final da matéria da revista, intitulada “Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann: sr. Propina e sra. Caixa Dois”:
“VEJA teve acesso aos documentos da auditoria entregues às autoridades.
Ao todo, o escritório recebeu 7,2 milhões de reais da Consist. Não se sabe ainda, com precisão, quanto desse valor foi parar no caixa dois eleitoral de Gleisi, mas há fartos indícios de que não foi pouco.
De acordo com os investigadores, a propina teria sido usada para pagar de tudo: ônibus para transporte de cabos eleitorais, jantares para prefeitos, motorista particular da senadora, aluguel de um flat usado como escritório informal da campanha.
Um estagiário do escritório fazia o papel de entregador de dinheiro vivo, sempre que necessário.
Em depoimento, ele disse ter ouvido do antigo chefe uma frase que resume bem o esquema:
‘O dinheiro pertencia a Paulo Bernardo, que intentava bancar a campanha de Gleisi Hoffmann para os cargos que disputasse’.
Na próxima terça-feira, o STF decide se aceita ou não a acusação de corrupção contra a senadora no caso do petrolão [ela ainda recebeu 1 milhão de reais em propinas desviadas da Petrobras, segundo a PF].
O casamento entre corrupção e caixa dois, ao contrário do que dizem os que desejam uma anistia generalizada, nunca foi tão perfeito.”
De fato, Narizinho vai precisar muito da ajuda de Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Marco Aurélio Mello para se safar.
Se fosse Sergio Moro, a líder da Bancada da Chupeta provavelmente já estaria esperneando como ré, a caminho da cadeia.

segunda-feira, setembro 19, 2016

JANOT QUER SALVAR LULA?

Caro eleitor e se a intenção for exatamente essa: criar as condições para o Lula sair como vitima. Aqui na Bahia vários policiais assassinos confessos, que foram expulsos da corporação, anos depois retornaram exatamente por processos mal feitos, denuncias que a justiça elaborou com erros grosseiros, permitiram que esses assassinos que usavam a a farda, fosse não somente inocentados, como receberam todo os salários atrasados e voltaram a ocupar seus postos na policia militar.
Um processo conduzido nesta fase de forma açodada como fala o jornalista Reinaldo Azevedo, eu não conheço os pormenores do que foi enviado ao Moro, mas não sou criança e sei, que quando companheiros não podem salvar seus iguais de forma direta, pode usar este artifício para tal intento. O que a justiça vai julgar serão as informações contidas no processo e se ela for totalmente descabida, não interessa se o cabra é ou não culpado, ela será devolvida e se tratando de quem é, bastará para que a rede suja do jornalismo e a rede suja, mas que se disfarça de limpa, ganhe as manchetes em letras garrafais : eu não disse, o Lula é vitima de um complô.
Uma acusação mal feita, pode levar o Lula para a cadeira de presidente em 18, em vez de para a cadeia.
Ora,sabemos que a Dilma insinuou que o Janot, foi beneficiado por uma manobra do PT, para ele ficar em primeiro lugar e ser beneficiado, sabemos que o Janot, triturou a denuncia do Léo, e agora usa uma denuncia triturada: abre o olho Brasil.
O choro do Lula, pode já ter sido uma ação conjunta e premeditada, que ao lado da possibilidade de algum erro na condução do processo em alguma das etapas e principalmente no fundamento da própria denuncia, em busca da nova mentira para novamente enganar o povo brasileiro.
Mas de qualquer forma vale destacar que se o povo cair de novo nas garras da esquerda, com Lula ou sem Lula, será por vocação para ser otário.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

domingo, setembro 11, 2016

OSÓRIO VERDADE OU PILANTRAGEM

A questão é a quem serve este Osório? Quando uma pessoa acusa generalizando, sem provas, fica claro que não é bem intencionado, ele deveria dizer quem e o que se abafa, ou então ficar calado, a fala do Osório mostra claramente que ele faz parte de uma orquestra, pois não posso encara-lo como maluco, será que ele não tem noção da conjuntura? Este é um momento que quem for sério e levar a sério o Brasil deve somente acusar com provas e não esconder nada, pois questões levantadas pela metade serve à esquerda que adora mentiras e leviandades.
Osório é um engodo e deveria ser obrigado a dizer o que sabe e se nada saber ser processado e preso, pois sua fala só ajuda os bandidos de esquerda que tenta com meia dúzia incendiar o país.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

O SUPREMO AGE COMO INIMIGO DO POVO E DA DEMOCRACIA

Talvez, quando o povo for para as ruas para pedir ao STF respeito às leis vigentes, uma vez que a rigor o supremo só respeita o povo respeitando a constituição, então possa ser que este supremo resolva obedecer à constituição e não aos seus interesses privados como agora acontece.
O Barbosa protegeu o quanto pode ao Lula e aos políticos aliados da esquerda, o Lewandowski, um militante esquerdista abertamente atuante a favor de suas escolhas privadas e em total desvinculação com a lei escrita na carta magna. O povo sempre foi esquecido e desprezado pelo supremo.
Eu creio que é chegada a hora do povo dizer basta, para este senhores que se julgam acima da constituição e tomar as ruas em protesto contra a atuação descabida do SUPREMO.
Não acredito que alguma coisa mude com nova presidente.
ww.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

 APOIO O TEMER ATÉ 18. DEPOIS RUA.
(SALVO SE NÃO CAIR ANTES NA JUSTIÇA ELEITORAL)

O Brasil sempre foi governado por ou patrimonialistas, ou por esquerdistas e em ambos os casos, o povo sempre foi relegado à segundo plano, os patrimonialistas assaltam o estado para beneficiar seus empreendimentos, para protegerem seus interesses e criam uma casta no serviço público aos seus serviços, os esquerdistas se apropriam do estado como coisa particular de um partido e enquanto não eliminam a antiga casta, os patrimonialistas, se aliam a ela e juntos golpeiam o povo, no caso da esquerda no poder o povo é golpeado enquanto os discursos se multiplicam em favor do povo, no caso dos patrimonialistas os discursos são no sentido das dificuldades de atendimento, ambos enrolam o povo, ambos justificam suas sanhas assassinas e perdulárias no discurso, um do futuro e outro das dificuldades do presente.
O pmdb representa os patrimonialistas, que junto com o PT assaltou os cofres do Brasil, mas agora é a ponte para o futuro, sempre o futuro,  o pt é a esquerda, que transformou o Brasil em uma fazenda da família Lula da Silva e deu bilhões para a casta patrimonialista.
O Brasil precisa descobrir seus brasileiros trabalhadores, tanto empreendedores patrões como empregados e valorizar o mérito, a capacidade de trabalho e a busca por uma boa vida fruto do suor que escorre do próprio rosto, chega de aproveitadores, de bandidos com colarinho branco seja de origem pobre ou rica. O ser humano luta para melhorar de vida e é isso que não quer o marxismo, é isso que não quer os patrimonialistas, pois tanto esquerda como patrimonialistas, desejam o povo como escravo. Os marxistas desejam escravidão total do povo,  e os patrimonialistas, a escravidão disfarçada.
é preciso entrar na guerra cultural e política, munido com variedade de exemplos e de leituras, combatendo a hegemonia, pois não existe nada pior para uma sociedade, do que patrimonialismo e esquerda.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

sexta-feira, setembro 09, 2016

AS ELEIÇÕES EXPLICAM A QUEBRADEIRA DOS DESESPERADOS ESQUERDISTAS

O que acontece neste momento em São Paulo, no Rio e em algumas capitais é somente campanha política, os vermelhos, oportunistas e pilantras como sempre, aproveitam qualquer mote para construir palavras de ordem e neste preciso instante o FORA TEMER é a única coisa que eles tem. Como defender Haddad? Como Ivan Valente pode defender sua tese que não convence 1000 pessoas? Então usam a conjuntura e toda mentira destilada pelos profissionais do roubo e da mentira para criar factoides e sair quebrando tudo supostamente em nome da democracia e do estado de direito, mas na verdade é em nome da ditadura vermelha que eles quebram bens públicos e privados, é em nome da defesa do chefe Lula e da sobrevivência a qualquer custo desta esquerda fajuta, criminosa, sem escrúpulo e nenhum respeito ao povo brasileiro, que eles batem em jornalistas, queimam carros e ocupam praças e ruas.
Eles, os que roubaram a Petrobras e desempregaram milhões de brasileiros, lançaram um manifesto contra a polícia, distribua este manifesto na Venezuela e veja o que acontece.
A esquerda já morreu faz muito tempo, o que ouvimos agora, é o choro das viúvas e dos desnorteados imbecis, que não aceitam a condição de morto e resolvem assustar as pessoas vivas com suas mascaras de horror e medo. São vampiros sedentos de sangue, acusam, vociferam, babam e buscam contaminar a todos com suas  doenças terminais.
Vão fazer o diabo no quintal dos infernos, vermelhos sem brio, sem respaldo do povo, gente bandida que se disfarça em bandeira política para roubar, matar e se cobrir com o sangue das pessoas pacíficas. Mas cuidado, senhores fantasmas, a qualquer hora os pacíficos podem perder a paciência. E ai vai ser muitos ais, ais.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

quinta-feira, setembro 08, 2016

A arrogancia é o terror da política

A política se torna um perigo, quando praticada por arrogantes, pessoas que acreditam em suas teses sem nenhuma busca de verificação, de critica, vai afirmando seu pensamento e se escondendo naqueles autores e pensadores que pensam o mesmo, e não prestam atenção aos que defendem teses distintas, contrárias ou não. Quando acontece este fato, de olhar somente para seu próprio umbigo, o perigo se instala e tal fato só acontece com arrogantes, gente ditadora, que não consegue avaliar os fatos como eles são, mas pelo contrário, afirmam suas crenças independente de qualquer conjuntura, de qualquer advertência, não avaliam, acreditam em teses políticas como religioso crer na bíblia.
E este comportamento doente, se torna comum em quem é de esquerda ou de extrema direita, por infelicidades psicológicas, por dificuldade de se comunicarem com o mundo aberto, essas pessoas precisam de um mundo feito ao seu desejo, à sua necessidade e então aceitam as teses daqueles que lhe proporcionam esta fantasia utopista, sem avaliação critica, sem nenhuma leitura dos contrários se apegam a estas verdades absolutas e se tornam soldados terroristas dispostos a qualquer ato em defesa de suas doentes convicções.
O que assistimos acontecer hoje, com os políticos brasileiros, patrimonialistas de direita e de esquerda( todo esquerdista é patrimonialista), demonstra a falta de conhecimento das regras democráticas, não somente se trata de não respeitar, mas também de desconhecer organicamente o que é a democracia, arrogantes, estes políticos, administram a política como um meio para superarem sua pequena dimensão pessoal e amealharem fortunas, como podemos ver a fortuna de Eduardo Cunha, de Chaves, de Cristina Kirchner, de Fidel e seu irmão Castro, de Lula e seus filhos etc etc.
Quando então chega a hora de enfrentar a verdade de seus atos, apelam para a máxima de Sartre: o inferno são os outros.Ora, o inferno de cada um é cada um, mesmo os irmãos Castro, vão prestar conta de seus infernos aqui na terra, em algum momento, a democracia é inevitável quando o ser humano se torna civilizado e busca a comunhão, o bem viver e acima de tudo viver de seu próprio suor.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

A fantasia de camponês informa que Gilberto Carvalho começou a preparar-se para a vida de foragido


Mergulhado na semiclandestinidade desde 18 de maio, quando foi demitido por Michel Temer da presidência do Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi), Gilberto Carvalho voltou a dar as caras em Brasília neste Sete de Setembro. Disfarçado de lavrador, juntou-se a um desfile promovido pelo MST não para festejar o Dia da Independência, mas para berrar “Fora Temer”.
A exemplo de todos os oficiais do exército do Stédile, começando pelo comandante supremo, o ex-ministro de Lula e Dilma tem tanta intimidade com o mundo rural quanto Lula com os plurais. Como constata o comentário de 1 minuto para o site de VEJA, só viu de perto foices e martelos na bandeira da defunta União Soviética. Se manusear um machado, pode acabar decepando a própria cabeça.
Publicidade
Por que teria resolvido reaparecer com a bizarra fantasia de camponês? A hipótese mais provável é que o ex-seminarista que virou coroinha de missa negra, alertado pela demissão por justíssima causa, começou a preparar-se para a vida de foragido da Justiça. Um dia terá de vivê-la se quiser escapar do castigo amplamente justificado pelas patifarias em que se meteu pelo menos desde janeiro de 2002.
Naquele ano, ele fez o diabo para impedir que se investigasse o assassinato do prefeito Celso Daniel, um dos figurões do PT paulista. A pergunta que nada calará continua à caça de resposta: quando o Brasil saberá toda a verdade sobre a conspiração homicida? Gilberto Carvalho sabe.

AUGUSTO NUNES

quarta-feira, setembro 07, 2016

Vídeo gravado por Carla Zambelli, em protesto contra o fatiamento do impedimento de Dilma





nbvc

O FUTURO DA ESQUERDA É A DESAPARIÇÃO

Diante de tamanha insanidade e má fé de jornalistas militantes esquerdistas e parte de uma justiça totalmente militante contra a democracia, fica a pergunta: fazer o que? Pra mim só resta uma saída: ir as ruas em apoio a policia e ao estado de direito, ao mesmo tempo que se deixa claro que o ministério público não trabalha nem para o pt nem para os esquerdistas, trabalha sim, para a nação, para o país na vigilância da obediência da ordem e da lei.
Assistimos uma tentativa desesperada de defensores da usurpação do bem público, que é fruto do esforço de quem trabalha, de quem trabalhou.
É estarrecedor ver estas pessoas gritando fora Temer, ao mesmo tempo que a policia federal revela os intestinos da atuação da bandidagem petista nos fundos de pensão, bilhões desviados, roubados e os trabalhadores tendo que bancar o prejuízo, é estarrecedor receber mensagem de um aposentado do banco do Brasil com piadas sobre o fora Temer, mas é também saudável saber que estes defensores dos ladrões vermelhos é uma minoria, que na base da violência, buscam fazer barulho, meter medo e revelar que não se importam com a vida de ninguém, nem dos seus iguais, mostram que são bandidos em estado puro de desespero e fazem qualquer ato para impor sua sujeira vermelha, para impor aos brasileiros que trabalham e trabalharam a manutenção das contas de suas medíocres vidas insanas.
Mas por outro lado, eles, os violentos esquerdistas, estão sendo isolados e se hoje tem mais que alguns, se deve ao fato de ser período eleitoral e então nesta situação, as correntes radicais se mobilizam e com o dinheiro fruto de desonestas transações, compram desocupados, marginais e nojentos acadêmicos, que sonham com um cataclismo social, para que o sangue possa rolar. Isolados e cada vez em menor números, os esquerdistas sabem que o futuro é a desaparição, é o retorno ao seu nada e como criminosos acabarem seus porcos dias.
Mas o estrago é grande, você sai do seu trabalho quer ir pra casa e uns poucos malucos impedem a circulação de carros e de pessoas, queimando lixo, jogando pedras e matando pessoas, como o caso do assassinato de Santiago no Rio de Janeiro pelos esquerdistas, isso zanga, causa transtorno e a cada acontecimento deste, nasce no povo a vontade da revolta, e a qualquer momento teremos um confronto entre o povo que quer trabalhar e os malucos que querem viver das tetas do estado, exatamente para evitar este confronto, que acho que uma passeata gigante, ordeira de apoio a polícia deve ser organizada e logo.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

o texto de Vanessa Santiago.

(O asqueroso Gregório Duvivier defende os assassinos e leva na cara esta resposta)

Eu prefiro acordar nesse dia 6 — um dia depois do aniversário do meu pai e da publicação de um certo artigo — e pensar como Gregório Duvivier. Pra ele, Santiago Andrade não existe, não morreu. Aqueles dois mascarados, ele diz, em geral, têm 12 anos, espinhas e mochila cheia de roupa preta e remédios pra acne.
Mas, olha, Gregório, pelo menos concordamos em um ponto. Você diz que existem muitas razões pra ter medo. Mas não as mesmas razões. É verdade, te juro. Você está aí, com seu programa bacana, aparecendo na TV e na web, tá aí ganhando sua graninha, até mostrou sua casa bacana para uma revista outro dia. Eu tô aqui, batalhando na vida também, com alguns sonhos interrompidos, carregando o sobrenome Andrade na identidade e no peito. Eu tô aqui, Gregório, lembrando bem do sangue de Santiago Andrade nas mãos, sentindo as feridas com meus dedos e revivendo um rosto tão alegre, deformado por um rojão. Uma bomba atirada pelos black blocs, esses aí que você defende em um texto lindo e com português impecável. Esses que você diz não ter medo.
Da próxima vez, só lembra de ouvir os dois lados, princípio básico do jornalista, aliás, da vida. Sai desse ar-condicionado e vem aqui que eu te conto quem é Santiago Andrade. Garanto te dar uma aula sobre as verdadeiras vítimas desse seu discurso infeliz e desrespeitoso. Tenha um bom dia, senhor Gregório Duvivier.
E aos dois BLACK BLOCS assassinos de meu pai, a justiça ainda irá prevalecer.

terça-feira, setembro 06, 2016

Policial é povo; Boulos não


É PRECISO PUNIR QUEM TRANSGRIDE AS LEIS DEMOCRÁTICAS

Quando a violência passa a ser uma pratica política aceita, se começa a perder o controle sobre qualquer limite e então a realidade dos fatos deixa de importar, uma vez que sempre haverá alguém ou grupo insatisfeito, também se torna imperativo eliminar qualquer base de convivência social, que fatalmente passa ser a lei do mais forte ou do mais louco, daquele que mais espuma ódio pela boca e pela cabeça perdida.
A democracia necessita de limites, tanto para governantes como governados, a convivência, na democracia, tem na lei o seu marco, e o protesto e a luta pela mudança, tem como o seu palco a civilidade e o respeito à ordem constituída. Qualquer deslize no cumprimento rigoroso dessas bases legais de bom conviver, não somente quebra a democracia, como cria os sub cidadãos, pois qualquer país civilizado tem a sua maioria formado por homens e mulheres pacatos e cumpridores da lei, estas pessoas, que respeitam a lei, se tornam reféns daqueles que se consideram donos da verdade e que acreditam que é no braço, na força física, que se ganha a luta política, formato de fazer política herdado da cultura de esquerda, que acredita que fazer a revolução é massacrar opositores e criar um sistema político sem dialética, hegemônico, onde um pequeno grupo comanda e uma maioria obedece e vive como escravos , é a mentira do comunismo, que na real temos os comunistas como uma nova classe de patrões sem riscos, uma classe de algozes, que matam para viverem no luxo e na mordomia e discursam em nome da paz e do trabalhador.
As autoridades, se tornam também marginais, também baderneiras, quando não aplicam a lei e quando deixam de punir quem protesta com violência e nenhum respeito à ordem. Se faz mister, o enquadramento e a prisão de quem ultrapassa os limites democráticos, que como consequência só pode acontecer a destruição da democracia.
A esquerda e seus satélites, devem sim serem responsabilizados, tanto pela ruína do país, como pelas badernas que tomam conta das ruas. Os trabalhadores livres deste país, protestaram com milhares nas ruas, sem nenhuma quebra: nem da ordem nem das coisas, nem das pessoas.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

sábado, setembro 03, 2016



CHEGA DE VANDALISMO



O brasileiro trabalhador não manipulado por grupo algum, fica cada vez mais irritado com as extravagantes manifestações de uma minoria raivosa, que em defesa do desemprego, da quebradeira da economia, do roubo descarado tanto da liberdade democrática como do cofre público, vem sistematicamente criando dificuldades de locomoção nas vias públicas, como também criando obstáculos para resolver aquilo que os partidários destes raivosos elementos marginais,destruíram.
Os senhores comunistas, saibam que estão brincando com fogo, a maioria absoluta da população brasileira, foi e é a favor do impedimento da senhora incompetente ex presidente do Brasil Dilma, e não se sente satisfeita com estes atos abusivos, que somente prejudica o trabalhador, a qualquer momento iremos às ruas, não para fazer o mesmo que marginais disfarçados de movimentos sociais vem fazendo, não,não iremos para a briga de rua, iremos sim exigir que  a policia e a justiça façam seus trabalhos: a policia de prender e a justiça de condenar. Pois são atos terroristas, abusivos e que prejudicam a população.

Os esquerdistas raivosos, por perderem a boca, e por se saberem derrotados e desprezados pela maioria da população e por não respeitarem a vontade popular, mesmo falando muito em respeito ao povo, pois para os esquerdistas, povo só merece o respeito quando estão do seu lado, fazem suas arruaças, quebrando, depredando, impedindo as pessoas de irem para casa depois de um árduo dia de trabalho e depois querem se passar por vitimas, quando a policia responde a altura suas provocações e atos de marginais. É hora da policia ser dura e é hora da população que se sente lesada por estes marginais irem às ruas pedir ação dura e enérgica da policia.

A história registra milhões de ações deste tipo, feitos por estes moços e mocinhas esquerdistas, que com ódio, impotência, raiva, ressentimentos e sérios problemas mentais, despejam na vida social e política toda as suas mazelas mentais e espirituais, todos seus fracassos pessoais e  suas incapacidades de enfrentar a vida como ela é, então querem viver a ilusão de uma vida como devia ser, a tal de utopia, que não passa de uma distopia, de um engodo para que doentes, marginais e psicopatas possam realizar suas fantasias cruéis e desumanas.

O fora Temer é um despropósito, pois Dilma quebrou o país e estes senhores não foram às ruas pedir fora Dilma, pelo contrário se irritavam com a maioria do povo que foram as ruas de forma ordeira, sem quebrar nada, pedir o impedimento da tal gerente que não sabia nem mesmo gerir uma relação entre chefe e subordinados,  grosseira arrogante, incapaz, tratava a todos subordinados com grosseria e estupidez. Então sabemos que não é por Temer ser bom ou ruim, é apenas por interesse de manter o discurso dos canalhas, manter o interesse de uma Marina, que pouco se importa com o povo, é o interesse de salvar o Lula, um político que tem hoje, depois de tanta denuncia, um comportamento muito próximo de  um chefe de quadrilha, além do fato de que o PT, já merece sim ter cassado seus direitos legais de ser um partido político.

Estamos agora lendo as denúncias de Duque, que afirma ter acertado com o Lula toda a movimentação das propinas.

Senhores comunistas o povo ta cansando de vocês e se espelhem no que aconteceu com o fascista espanhol Mussolini, o povo sabe fazer com que material de trabalho vire uma arma, e o povo já sabe que os comunistas odeiam o trabalhador. O homem honesto e a mulher honesta deste país, se cansa de tantos protestos de marginais, chiando pela punição aos seus crimes.

Vamos, gente trabalhadora, vamos às ruas pedir ação enérgica da policia e da justiça contra os baderneiros que querem destruir mais ainda o Brasil.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
Ronaldo Braga

sexta-feira, setembro 02, 2016

LULA O CHEFE DE UMA QUADRILHA CHAMADA PT


Em março passado, VEJA publicou uma entrevista exclusiva com o ex-senador Delcídio do Amaral. Entre as muitas revelações importantes, a mais bombástica dizia respeito ao ex-presidente Lula. Delcídio, que assinou um acordo de delação premiada com a Justiça, apontava Lula como o comandante do esquema de corrupção na Petrobras — uma suspeita com a qual os investigadores sempre trabalharam,  mas que ainda não haviam colhido evidências capazes de sustentar uma acusação. O site do jornal O Globo informou hoje que o ex-senador  formalizou a denúncia contra Lula.
Publicidade
VEJA apurou que o depoimento de Delcídio foi dado na quinta-feira (1).  Segundo o ex-senador, Lula distribuiu as diretorias da estatal entre políticos aliados em troca do apoio deles no Congresso. Além de cuidar pessoalmente de cada detalhe do loteamento, da divisão dos postos à escolha dos nomeados, Lula teria pleno conhecimento de que os partidos usavam os cargos para cobrar propina de empreiteiras e financiar seus caixas e campanhas eleitorais.  Era, segundo o ex-senador, uma ação coordenada de governo que tinha o objetivo de comprar apoio político-partidário com propina desviada de contratos superfaturados da Petrobras.
Ex-líder do governo Dilma e ex-líder do PT na gestão Lula, Delcídio depôs ao procurador Januário Paludo, integrante da força-tarefa da Lava-Jato. O ex-senador pontuou sua narrativa com uma espécie de divisor de águas. Ele declarou que havia nichos isolados de corrupção na empresa até a descoberta do mensalão, em 2005. Com o estouro do escândalo, Lula teve de reorganizar a base governista para escapar do impeachment. Para tanto, abriu ainda mais as portas da Petrobras a PMDB e PP.
A corrupção, então, passou a ser sistêmica. Delcídio declarou ainda que nenhum outro presidente usou tanto a Petrobras politicamente como Lula. O petista despachava pessoalmente com os diretores da estatal. Além disso, lançava mão da companhia como instrumento de disputa eleitoral — por exemplo, ao defender uma política de conteúdo nacional, em contraposição à suposta intenção do PSDB de privatizar a petroleira.
Delcídio foi preso em novembro do ano passado,  ao ser flagrado tentando comprar o silêncio de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras que negociava uma colaboração premiada e prometia revelar segredos que comprometeriam Lula. Na cadeia, o ex-senador negociou o próprio acordo de colaboração.
Suas revelações mostraram que, além de Lula, a então presidente Dilma estava envolvida em  tentativas de sabotar a Operação Lava-Jato. A ex-presidente é alvo de um inquérito da Polícia Federal. Lula já foi indiciado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.
Na entrevista concedida a VEJA, Delcídio fez uma segunda e grave revelação: quando ocupava o cargo de ministro da Justiça do governo Dilma, o advogado José Eduardo Cardozo vazava informações sigilosas sobre as  investigações policiais para empreiteiros envolvidos no escândalo.
Os advogados de Delcídio do Amaral não quiseram comentar o caso. A defesa de Lula tem repetido que ele é inocente. Recentemente, o ex-presidente lançou cartilha em quatro idiomas em que se apresenta como alvo “da mais violenta campanha de difamação da história do país”.