quinta-feira, maio 19, 2016

O ITAMARATY DIZ ADEUS AOS PAÍSES CHICANEIROS BOLIVIANOS



Augusto Nunes
A dura reação de José Serra às provocações de vizinhos insolentes avisou, já nas primeiras horas do governo Temer, que o Brasil caíra fora do quadro associativo do clube dos bolivarianos. Nesta quarta-feira, o discurso de posse do novo chanceler confirmou que o país que presta deixará de envergonhar-se com a diplomacia da cafajestagem instituída há 13 anos.
Para deixar claro que a submissão do Itamaraty às diretrizes do PT acabou, o ministro anunciou que a fila de prioridades é puxada pelo fim das parcerias subordinadas a critérios ideológicos e pela defesa da democracia, da liberdade e dos direitos humanos ─ “em qualquer país e qualquer regime político”.
Os ataques de Nicolás Maduro a decisões constitucionais do Congresso brasileiro parecem preceder outra ofensiva contra o Parlamento venezuelano, hoje comandado pela maioria oposicionista. O herdeiro de Hugo Chávez que se cuide. Se lhe restar algum juízo, convém pensar 30 vezes antes de lançar-se à rota que leva ao golpe.
Pode encontrar no meio do caminho uma pedra chamada Brasil.



Nenhum comentário: