quinta-feira, dezembro 17, 2015

Reynaldo Rocha: Lula gastou a sorte

REYNALDO ROCHA
Sorte é coisa que se gasta, dizem nos sertões de Minas. Lula é um bom exemplo dessa lição. Quem o ilustre leitor conhece que enricou sem herdar fortuna e sem trabalhar? Quantos palestrantes o nobre e atento leitor conhece que tenham como especialidade o autoelogio? E ter viuvinhas reservadas para atendimento quando tomava uns goles de 51 no sindicato que transformou em anexo da casa do vale-tudo? E quantos executivos trabalham com uma secretária monoglota, sem formação acadêmica e especializada em fazer companhia ao chefe em aviões e hotéis, sem pagar nada e ainda recebendo algum por conta da dita amizade?

Nenhum comentário: