domingo, novembro 29, 2015

O BRASIL DEVE PENSAR O BRASIL E O POVO É A PONTE PARA ESTA DISCUSSÃO

O Brasil passa por um momento único, temos no poder, um partido que se diz representar o povo , mas que é odiado pelo povo, o povo o tem como quadrilha, e das mais  perigosas e desumanas que se possa pensar, por outro lado temos, os ditos doutores e as ditas universidades, defendendo esta quadrilha como nunca se viu na história deste país, uma categoria, dita pensante, defender assim um governo. E a pergunta que se tem é : o que fazer?
Olha, o Kim Kataguiri, da esta resposta no seu texto o Brasil pautando Brasilia, pois neste ,momento é preciso pensar a relação do povo com o seu governo, seja ele qual for, é necessário que o povo paute as discussões em Brasilia e nas assembleias legislativas de cada estado e em cada município, nas suas respectivas câmaras de vereadores, não pode mais o povo entregar a quem quer que seja, seja bom ou ruim a prerrogativa de escolha do que importa ao povo e ao país, os deputados, estaduais e federais, senadores, e os vereadores, devem rigorosamente discutir a agenda do povo e do país e não a agenda de seus interesses, politico com mandato não tem agenda própria no exercício do mandato, o partido não é a agenda do politico com mandato, a agenda do partido tem, que ficar de fora da agenda do mandato e o mandato deve unicamente discutir os interesses do país e não do partido ou do politico.

O partido que no momento afunda o país, transformou o seu partido, no dono da alma e do corpo do país, se apropriando da sua agenda, de suas riquezas e de suas empresas para o proveito pessoal de seu grupo e aliados e para enriquecimento do seu líder e familiares,.

O momento é de reflexão e de aprofundamento da participação do povo na fazer politica e fazer politica é impor a agenda do povo ao congresso, ao senado, às assembleias e as câmaras de vereadores, isto é um passo, mas um pequeno gigante passo.
Devemos hoje, discutir o projeto liberal da economia, enfrentar com fatos as mentiras das vantagens do estatismo, mostrando a história como prova que estatais só serve para a corrupção dos políticos e partidos e nenhuma vantagem para o povo, pois o povo precisa é de emprego, boa renda e uma boa disputa de mercado, para comprar o melhor produto pelo melhor preço.
A hora é de enfrentar de cabeça erguida o lamaçal que assola a dignidade nacional, deixamos em mãos sujas nossos destinos e fatalmente vivemos em um esgoto vermelho, precisamos de uma limpeza, mas antes de mais nada precisamos assumir o nosso papel, pois do contrário estaremos sempre tendo que fazer limpezas.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
R.B.Santana

MOVIMENTO BRASIL LIVRE


Brasil pautando Brasília

Publicado: Atualizado: 
PROTESTO












Os políticos pautam a sociedade brasileira. Se eles decidem votar cortes na educação, discutimos a pertinência ou não da proposta; se querem a redução da maioridade penal, então passamos a debater a violência; se é a proibição de decotes na Câmara, esquecemos o desemprego, a crise política e o buraco na nossa rua para entrar na esfera muitas vezes surrealista dos debates parlamentares..
À parte os temas momentosos, só nos ocupamos da atuação dos políticos de dois em dois anos, que é quando eles buscam holofotes para se eleger.

Parece que nos esquecemos de que a classe política existe para nos representar, para defender os nossos interesses.
Muito disso se deve à forte propaganda oficial, que endeusa o tal "festival da democracia", colocando o voto como única maneira de se fazer política.
Se há algo que as recentes manifestações nos mostraram, é que devemos inverter essa relação: não apenas podemos como devemos pautar o debate em Brasília.

Boa parte da oposição não queria falar sobre impeachment. Preferia deixar a presidente Dilma Rousseff e o País sangrando até 2018.
O governo, por sua vez, gostaria de focar o debate em aumento e criação de impostos, mas a população mostrou que quer saber mesmo é de corte de gastos.
Ok, conseguimos pautar o debate em Brasília algumas vezes. Mas sempre foi de maneira reativa.
Opositores não querem falar de impeachment? Pressionamos para que falem.
Governo quer tirar mais dos nossos bolsos? Cobramos que corte na própria carne.
Até agora, não propusemos um debate; apenas invertemos o "frame" dos debates já existentes.
Dito isso, será que conseguimos criar uma agenda propositiva?

Neste ano, tive a oportunidade dar palestras para as respectivas juventudes de diversos partidos em vários estados do País.
Praticamente todos os líderes com os quais conversei relataram que houve um grande crescimento em seus grupos nos últimos tempos. Com frequência, me diziam: "Entrei há pouco tempo porque cansei de não fazer nada".
É notório que boa parte da sociedade cansou de apenas assistir ao teatro político e aceitar seus desfechos. Muitos não só querem mudança como querem ser parte ativa dela.
O problema é que a atual estrutura política não fornece ferramentas para essas pessoas dispostas a atuar. Sem meios, toda a vontade dessas pessoas, inclusive a dos jovens, acaba se esvaziando.

Mesmo os membros das diversas juventudes partidárias que conheci estavam visivelmente decepcionados com a falta de dinamismo dentro das legendas.
A estrutura política atual claramente não acompanha o ritmo da sociedade.

Pensando nisso, o Movimento Brasil Livre decidiu criar um caminho para todos aqueles que querem fazer política de uma maneira diferente.
2015-11-25-1448460654-1816530-congressoimg.png
Nos dias 28 e 29 de novembro, organizaremos nosso primeiro congresso nacional, reunindo especialistas, coordenadores e apoiadores do movimento de todo o país.

No primeiro dia, debateremos políticas públicas dos mais diversos setores, como urbanismo, reforma política, sustentabilidade e relações trabalhistas. Todos esses temas serão tratados em grupos de trabalhos com pessoas de todas as regiões do País.
No segundo dia, além de assistirmos a painéis de debate com profissionais qualificados das mais diversas áreas, votaremos as propostas debatidas no primeiro dia por meio do nosso aplicativo, que será lançado no próprio congresso.
As propostas que forem aprovadas pelos participantes farão parte da plataforma que será defendida pelo movimento a partir de 2016.

O evento será um marco na maneira de atuação do MBL. Com a formulação coletiva dessa plataforma, entraremos definitivamente em debates propositivos. Vamos nos esforçar para pautar as discussões em Brasília.

Você pode se inscrever no congresso clicando aqui.

Se você estava buscando um meio de fazer parte da mudança, encontrou. Eu o espero no congresso do MBL.

kim kataguiri

sexta-feira, novembro 27, 2015

ISTO É (editorial de hoje)

Editorial: República Desonrada

Estão esculhambando nosso País

Carlos José Marques, diretor editorial
EDITORIAL.jpg
O grau de perplexidade que toma conta dos brasileiros só aumenta. Como é possível conceber a ideia de um senador da República, líder do Governo, destacado quadro do PT, em pleno exercício do mandato, articular a fuga de um delator de escândalos? E ainda garantir financiamento através de um banqueiro? Não foi através de intermediários. Ele - em pessoa! - negociou. Propôs alternativas de rota. Arrotou influência, inclusive no Supremo Tribunal, e falou do interesse do Governo no caso. Cada passo gravado e documentado. E o que dizer de um presidente da Câmara, denunciado por enriquecimento ilícito, tentando escolher quem pode conduzir o processo e como ele deve ser investigado por seus crimes? A mandatária não sabe quando e por que vários de seus assessores diretos se meteram em maracutaias escabrosas. Nem responde de maneira convincente a muitas das dúvidas de participação que lhe pesam sobre a cabeça, de financiamento ilegal em campanha, de crime de responsabilidade nas pedaladas fiscais entre outras. Seu mentor, e articulador do projeto de poder que por treze anos vem assaltando os cofres do País - fazendo “o diabo”! -, alega que as acusações a seus amigos, filhos, noras e agregados não passam de mera perseguição. Enquanto o chefe do Partido dos Trabalhadores, no afã de defender correligionários (muitos atrás das grades), aponta que eles são “guerreiros do povo” a serviço de missões partidárias, embora pegos em flagrante nas pilhagens que deram origem ao “mensalão” e ao “petrolão”. Parece piada. Lamentavelmente não é. O cinismo desse grupo ultrapassou as barreiras do aceitável. O tamanho da sujeira que espalham há anos parece não ter fim. É uma tentativa milimetricamente planejada de esculhambação geral da República. Surreal! Qualquer cidadão que guarde um mínimo de caráter, de noção do certo e errado – independente de opções partidárias – tem que se sentir ultrajado. Deve estar atento e não temer reagir. Como chegamos a esse ponto? Estão roubando nosso País a luz do dia! Roubando o futuro, os sonhos, as chances de dar certo, o dinheiro de cada um que contribui, enquanto afrontam a dignidade nacional. Pergunta elementar: onde estão os líderes para frear tamanho descalabro? O que foi feito dos homens públicos de bem, capazes da abnegação e luta a favor do interesse comum? Quem vai tomar para si a bandeira da faxina moral e liderar um basta? Apareçam aqueles que entraram na vida política por convicção de que poderiam ajudar o próximo, sem a velada ideia de se locupletar! Hoje as esperanças dos brasileiros parecem residir nas instituições da Justiça, que funcionam plenamente e de maneira louvável. Respondem na letra da lei com a punição que a Carta Magna contempla e a sociedade almeja. Sem receios ou tergiversações. A frase da ministra do Supremo, Carmem Lúcia, diante das últimas revelações, foi lapidar do que vem pela frente. Disse a ministra, para que ninguém se esqueça: “Houve um momento em que a maioria de nós acreditou que a esperança tinha vencido o medo. Depois descobrimos que o cinismo tinha vencido a esperança. Agora o escárnio venceu o cinismo. Mas o crime não vencerá a justiça”. Fez claramente uma referência e uma resposta enfática ao já desacreditado slogan de “esperança” maquinado por Lula do PT. No mesmo tom, o ministro Celso de Mello alertou: “A captura do Estado e de instituições governamentais por organizações criminosas é um fato gravíssimo. É preciso esmagar, é preciso destruir com todo o peso da lei esses agentes criminosos”. Aqui está posta a reação. Que o Brasil nunca mais tenha de engolir calado tanta podridão, tantos políticos de má índole e agremiações partidárias que se transformaram em meras centrais de práticas ilícitas, com ideologias mafiosas e quadros especializados na arte da ladroagem e safadeza institucionalizada. Ano que vem, mais uma vez, ocorrerão eleições municipais, com a volta as urnas. Que o povo dê ali uma resposta consistente e consciente contra esses maus elementos. E que eles sejam varridos dos postos que ainda ocupam.

Marco Antonio Villa com Augusto Nunes no Sem Edição: ‘Delcídio não vai ficar sozinho’

quarta-feira, novembro 25, 2015

FATOS, ISTO É FATO, E É ISSO QUE INTERESSA: FATO.


Ouça o plano de Delcídio do Amaral para barrar a Lava Jato

POR ADRIANO CEOLIN
25/11/2015, 14h19
84s
A conversa foi gravada por Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró, que participou de uma reunião com o líder do governo e o advogado da família, Edson Ribeiro
Delcídio do Amaral. Foto: Alex Silva/Estadão
Delcídio do Amaral. Foto: Alex Silva/Estadão
Numa conversa de 1h35 minutos, o líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), revela seu plano para conseguir um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) para tirar o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró da prisão e enviá-lo para fora do País. Em troca, Cerveró não faria acordo de delação premiada em que citaria o senador.
A conversa foi gravada pelo filho de Cerveró, Bernardo, que participou de uma reunião com Delcídio e o advogado da família, Edson Ribeiro.
Delcídio do Amaral foi preso nesta quarta-feira, 25, pela Polícia Federal, por ordem do Supremo. O senador foi detido por tentar barra as investigações da Operação Lava Jato.
Também foram presos hoje o banqueiro André Esteves, dono do BTG Pactual, o chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira, e o advogado Edson Ribeiro.
No último dia 18 de novembro, após intensas negociações, Cerveró fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República. Era esse o temor de Delcídio. O líder do governo tinha receio de que Cerveró o envolvesse no esquema de propinas na Petrobrás, estatal onde o petista trabalhou no setor de Óleo e Gás, no governo Fernando Henrique Cardoso.
Preso desde janeiro deste ano, Cerveró já foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro na Lava Jato.
O advogado Mauricio Silva Leite, que defende o senador petista, disse que vai primeiro tomar ciência dos motivos da prisão de Delcídio, para depois se manifestar.
COM A PALAVRA, A ASSESSORIA DO BTG PACTUAL:
“O BTG Pactual esclarece que está  à disposição das autoridades para prestar todos os esclarecimentos necessários e vai colaborar com as investigações.”

AINDA CASO CELSO DANIEL, SANTO ANDRÉ, E JOSÉ DIRCEU

Pobre é a principal vitima da corrupção petista afirma JUÍZA
A juíza Maria Lucinda da Costa, da 1.ª Vara Criminal de Santo André, assinalou que ‘o esquema de corrupção era tão estruturado que se ramificou’ e atingiu a administração federal. “Encontrou no pensamento coletivo corrompido terreno fértil e se alastrou inclusive para a esfera federal”, escreveu a juíza.
A juíza cita na sentença uma ‘testemunha sigilosa’. “Ouvida no procedimento preparatório, (a testemunha) relatou que soube pela ex-mulher de Celso Daniel que as empresas contratadas pela Municipalidade desviavam recursos dos cofres públicos para o Partido dos Trabalhadores, para utilização em campanhas eleitorais e que os valores eram entregues em mãos do presidente do Partido, José Dirceu.”
A juíza destaca que ‘no caso específico dos autos, não se pode ignorar, ainda, que a estrutura criminosa se instalou em torno de serviço público essencial, utilizado pela camada mais sofrida da população que, não obstante seja a menos favorecida economicamente, foi a que mais sofreu com o aumento dos custos dos serviços impostos para suportar o pagamento da verba ilícita’.
“Como se não bastasse, são atos da espécie que prejudicam a evolução social, o crescimento da economia, a estruturação do Estado Democrático de Direito e, na medida em que causam o descrédito do administrador público, comprometem a imagem de todas as autoridades públicas e toda a estruturação dos entes federativos”, alerta a magistrada.

terça-feira, novembro 24, 2015


Josias de Souza /
As relações de Lula
e José Carlos Bumlai


PRÓXIMA ESTAÇÃO: VENEZUELA

sábado, novembro 21, 2015

Aprender


Aprender é permitir o perigo
traçar uma linha reta
mesmo quando intensifica o indefinido
e nunca deixar o dito pelo não dito.

Não existe atalhos para a fuga,
aprender é mirar nos olhos do medo
nunca trocar a honra pela vida
pois covarde não pode dormir.

Aprender é saber se enfrentar
não deixar crescer o temor da morte
sorrir para os inimigos e
não desdenhar da sorte.

R.B.Santana

"Os Pingos nos Is" com Reinaldo Azevedo

quinta-feira, novembro 19, 2015


Escola do Estado Islâmico

essa gente é apoiada por
Dilma e a esquerda do Brasil
e da America Latina


segunda-feira, novembro 16, 2015

A ECONOMIA DE MERCADO EXIGE LIBERDADE

A economia, é o coração de um país, e este coração precisa do sangue correndo livre pelas veias, senão o corpo diminui a força, e cai, então se espera sempre uma economia que seja movido pela liberdade, pelo entusiasmo de seus potentes sujeitos, em busca do lucro e ai, ajudando o outro, que não cria, mas produz.

Nenhuma economia sobrevive centralizada e nas mãos do governo, a economia corre forte, com a ação de pequenos empreendedores, que por toda parte do país, inventa ações de produção que gera emprego e renda para muita gente e esse grupo de empreendedores não se move por ideias de anjos: vou produzir para os outros ganharem dinheiro e emprego. Não, não é assim que funciona, o sujeito empreendedor, produz, para ganhar, para melhorar seu patamar financeiro e social, para ganhar autonomia econômica, e é a consequência deste seu ato individualista e interesseiro, que vai gerar riqueza também para outros, pois o negócio para dar certo, precisa ser bem administrado e ter mercado para comprar seus produtos, e até hoje, na sociedade humana, o único sistema capaz de criar as condições para gerar emprego e renda com liberdade de ação e portanto distribuição justa de riqueza, é o capitalismo, que permite ao individuo ser o dono de seu próprio nariz, de escolher entre um ou outro tipo de trabalho, de escolher entre ser empreendedor ou trabalhar para alguém, esperar que o ser humano vá produzir para exclusivamente ajudar o outro é o mesmo que esperar que a noite não venha, que a água não molhe, eu ajudo o outro como consequência de meu ganho e não o inverso, por isso que toda economia baseada em planejamento central, em socialismo, resulta numa vertiginosa queda da produção e numa total morte do sistema econômico ao longo de alguns anos. É preciso do estimulo da melhoria de vida, da esperança de com o seu trabalho se manter e ganhar melhor, que move o ser humano para ir todo dia ao trabalho, ir de sua casa para uma ocupação que no seu espirito signifique sua redenção social, não espere portanto, do ser humano, que ele vá produzir sem ganhar nada, só para manter o país organizado e todo mundo ganhando igual, não funciona, se eu trabalho mais e melhor, quero ganhar mais, eu preciso deste estimulo para eu ir em frente, senão em vez de produzir dez peças em um dia, eu vou produzir duas, se ganharei a mesma coisa.

Mas isso não é ainda a pior coisa que pode acontecer para emperrar o sistema socialista, além da falta de liberdade, da falta de transparência e de um sistema muito parecido com o absolutismo dos reis, existe a questão do cálculo econômico e financeiro que inviabiliza a economia socialista, ou comunista (ler Mises), e além de tudo isso no socialismo o sujeito adulto é tratado como criança, como uma pessoa desprovida da capacidade de escolher o que ler, ou assistir e também não pode escrever aquilo que acha correto escrever, o governo funciona como o dono de sua mente e de sua alma, e você apenas obedece e produz e se satisfaz com um pouco dado pelo governo, é isso ou prisão, ou mesmo em alguns casos correção educacional, ou fuzilamento.

O Brasil vive os ditames de um governo que nada pode, mas tudo domina e compra e deturpa, escolhendo os empresários do peito, onde bilhões são jogados, enquanto que para outros a lei e seu rigor é a única forma de presença sentida do governo. Além da ineficaz da administração, temos, hoje no governo brasileiro, as mentiras e um socialismo torto em um capitalismo de estado selvagem e corrupto, e  a inflação, o desemprego é a produção mais eficaz deste governo que nasceu morto e  por odiar a democracia, por entender que o regime democrático apenas serve aos seus interesses e não ao povo, não pode por sua natureza autoritária e ditatorial respeitar a diversidade, não pode respeitar o contradito, não pode  respeitar o outro e nem admite a existência de uma oposição, senão para lhe aplaudir.

www.ronaldobragas.blogspot.com.br
R.B.Santana

domingo, novembro 15, 2015

GAROTA

Garota,
não adianta negar o corpo
olhar para o outro lado,
não faz o desejo sumir.

Dormir sim, faz bem,
tomar um banho e se perguntar:
Pra que todo
esse desespero e desleixo?

Garota
nunca confie demais
mas fugir é
sempre a pior das escolhas.

Vá em frente,
respire fundo e
se permita o sol,
abrir portas e janelas

Mas saiba
você deve priorizar você
em qualquer situação.

Garota, amar não te permite:
vacilar, viver na espreita,
ou aguardar em silencio
um recado que não vem.

Eu sei, a decisão é sua
mas o que importa é amanhecer.
Remoer beijos é destruir
a beleza do passado, é soterrar sonhos.

Acorde, abra os olhos
na rua falta você
e é só uma questão de
sorrir e se permitir.

Garota, adiante.


R.B.Santana

sexta-feira, novembro 13, 2015

UM NOVO COMEÇO

Hoje apaguei o PT de minha vida, excluir, deste blog, todos os textos que eu desabafo contra o que pra mim foi o golpe do PT no povo brasileiro e não pretendo mais escrever sobre este partido e seus homens que ficaram ricos  mentindo sobre defender os pobres. Eu entendo que o jogo ta claro, todo mundo que quer saber, já sabe da verdade, alguns por puro preconceito e por preguiça intelectual, não irá mesmo se debruçar para entender a fundo o que é liberalismo e o esquerdismo, vai ficar naquela conversa fiada de que o PT não é de esquerda e portanto não serve de parâmetro, esse tipo de gente que diz isso, fala também de uma suposta educação boa em Cuba, de uma boa saúde em Cuba e tem como fonte os empregados dos ditadores Castro ou os financiados, ou a UNASUL, PORTANTO GENTE QUE DIZ ESSAS COISAS COM ESSAS FONTES NÃO PODE SER LEVADAS A SÉRIO, mas o povo em sua maioria já entendeu, mas por outro lado, o povo só pensa um palmo adiante do seu nariz e se a economia mudar, mesmo artificialmente, coisa que gente sem nenhuma responsabilidade, pode fazer afundando mais ainda a economia do Brasil, o povo é bem capaz de votar no PT e é nisso que o Lula aposta e por isso insiste em Meireles, um sujeito sem nenhum  pudor, além do desejo de se dar bem, além de não ter nenhum conhecimento na área de economia, senão os preceitos rasteiros de uma economia de terra arrasada, aumentando a dívida do país e o futuro que se dane.

É pensando nesta conjuntura que o Lula deu um golpe no país e pouca gente viu, que eu resolvi apenas me preparar fisicamente e espiritualmente para o pior e não mais me desgastar escrevendo sobre cadáver e sobre cachorro morto, vou agora tratar de temas liberais, falar de propostas e estudos liberais, apresentar autores liberais para quem não conhece e propor debates sobre o liberalismo, sobra a direita e sobre a democracia e o conservadorismo.

O grande debate hoje é a democracia versus o discurso da hegemonia, e quando falo isso, deixo bem claro, a esquerda que fazer dos liberais, meros direitistas, mas, afirmo, os liberais se tornaram aliados dos direitistas, pelo preceito do mercado livre, e vai continuar, toda vez que estiver em jogo candidatos de esquerda e de direita, o liberal deve escolher o de direita, pois a doutrina esquerdista significa sempre fome para o povo e um discurso lindo e maravilhoso, mas o liberalismo não é de direita, esta linha torta de dois lados, serve somente quem tem desejos obscuros e pensamentos medíocres, pois o ser humano nesta terra é diverso e de milhões de pensamentos e correntes diferentes, reduzir tudo somente aos primos irmãos: direita e esquerda, é a garantia de que o poder ficará sempre com eles, a direita é a esquerda possível para os liberais, uma vez que a direita tem assim como a esquerda anseios totalitários, quando se aventuram em fazer do estado um pai, e criam monstros como os governantes do Brasil, que em plena ditadura militar, criaram a maior corrente literária de esquerda no mundo, essa direita serve a quem? Serviu a quem? Senão a esquerda e prejudicando o povo, o trabalhador, que vive de seu suor, de sua capacidade de produção.

O cunha que enriqueceu em parte, usando e servindo a quadrilha comandada por Vaccari e outros do PT, é o único visto como ladrão, e se tornou o boi de piranha, e ele o Cunha, é um bom boi de piranha, vai morrer abraçado a causa da defesa da Dilma, assim como também os deputados, aliados da divisão do sangue e suor do povo brasileiro, vai defender Dilma até a ultima moeda, só resta o povo, mas a cada passeata, o número ou fica o mesmo ou diminui, então parece que o povo não se importa muito, então que pague o seu preço, pois é o esquerdista que gosta de ser herói defensor para depois roubar como fez e faz o PT, eu vou junto, mas não aceito representar ninguém.

Então fica assim, a guerra agora é cultural, é de informação e de contra informação, é de preparo, vigília, e leitura de conjunturas futuras, pois o inferno nunca foi o outro, uma vez que  antes de mais nada só eu posso ser a minha salvação ou a minha perdição.
Vamos ler os clássicos, Vamos ler Ludwig Heinrich Edler von Mises. Vamos comparar a história, e vamos ver no que deu os grandes discursos dos esquerdistas históricos.
A hora é de ser inteligente.

http://ronaldobragas.blogspot.com.br/

Ronaldo Braga