sexta-feira, julho 10, 2015

O PAPA E O CÃO, OU O PAPA DO CÃO?

O perdão é a base da vida, mas é preciso que o pecador se perdoe e se recupere e tenha uma outra pratica de vida, mas o que assistimos desta ação do papa com o comunismo, é  uma capitulação do papa ao comunismo e não um perdão, o papa se comporta como um algoz das vitimas, ele mata as vitimas de novo, e justamente em um governo que vem assassinando pessoas em tiroteios inventados, perseguindo opositores, como sempre fez qualquer governo de esquerda que tem o comando sem precisar de aliados liberais.

Triste se assistir  a fatos assim, o papa quer ser pop e para isso se alia aos demônios, aos inimigos da vida, aos matadores de cristão e de ateus que não sejam comunistas, o papa se alia aos odiadores da vida e da democracia e fica uma pergunta, o que quer esse papa? Pra onde vai essa igreja? Pregar no inferno? ou se aliar ao inferno e passar férias no inferno e marcar uma reunião com o diabo?

Perdão não é capitulação e nem tampouco é passar a mão na cabeça, Evo Morales é um senhor que ama o dinheiro, é um capitalista, mas como qualquer comunista, não quer correr o risco da propriedade privada, que corre qualquer capitalista da produção, do trabalho, prefere ter os trabalhadores como escravos e ter o país como seu quintal.
Chega pra lá papa do cão.

www.ronaldobragas.blogspot.com
R.B.Santana

Nenhum comentário: