quarta-feira, agosto 20, 2014

a poesia

Cada poeta tem suas invisibilidades a cobrar de si um caminho, o seu interior grita de dentro uma estrada, mas acima de tudo, qualquer poesia tem que ter beleza e antes de ensinar ou impor valores precisa encantar, precisa ser um canto.
E que esse canto nos traga o nosso canto, aquele canto intimo, um lugar de nossas lembranças.
A poesia é pois antes de mais nada beleza, vida, tesão e o lugar do encontro das almas na terra.

R.B.Santana

Nenhum comentário: