quarta-feira, dezembro 18, 2013

poemas de dentro

Morosamente deslizante o vento penetra,
e folhas assanham a noite.

Rb Santana

Nenhum comentário: