sexta-feira, março 29, 2013

fantasmas


Ainda ouça suas palavras e ainda sei de suas indas e vindas, você tem a capacidade de falar sentimentos e desejos da mesma forma que de fugir deles, querida remoer é sua principal característica e a minha vida já se tornou um inferno uma vez por ter acreditado em você, não mais me deixarei envenenar por promessas de noites longas e loucas. Sua dança é imaginaria e assim sua valsa perfeita toca e eu apenas como um fantasma mergulho fundo em seu corpo. Não há espaço para a realidade em tua vida de ilusão e sonhos de sonhos. O que queres é a perfeição e eu sou apenas um ser que de tão imaginado nem sei se tu sabes que eu existo. Ainda pouco comentei com um amigo sobre os perigos de ofertas grandiosas quando distante e acontecimentos tão esquisitos quando presente. Claro meu amigo nada entendeu, disse que eu falava por parábolas e se foi rindo. Mas voltando a nós, você acredita mesmo que existe um nós. Faça eu crer em sua carne, pois até agora agora estou acreditando em tuas brumas. 
Me diga na minha cara com raiva ou com clamor, mas me diga o que  quer e eu saberei se  é um sonho ou uma tempestade de jogos de imaginados e mantido secretamente equidistante de mim.
Espero sua boca sorrindo com dentes que cravam carnes e soltam urros, e não a perfeição de uma valsa de fantasmas.
Atenciosamente seu fantasma

ronaldo braga

FRASES 3



Ainda sob o impacto daquilo que eu não posso escapar:
a vida é uma desgraça, uma lixeira onde eu busco rascunhos possiveis

Revirar lixos a única forma de avançarmos

Mas capim a boi eu não dou

Só me resta jogar perolas aos porcos

A vida pode ser chata, mas promete ser pior.


Uma vida não segue reta e nem curva e nem baixa e nem alta. Uma vida persegue mas que recebe.
Uma vida não sustenta nada, uma vida implacavelmente tomba e quando levanta ainda sente no osso o preço da curva, que desce que desce.
Mas uma vida não pode perder o não sentido da graça, o não sentido do riso.


ronaldo braga

quinta-feira, março 28, 2013

Esse cara é bom

TEMPO É UM NÃO

Tempo é um não, um passado mesmo no presente, tempo é só o que vem, pois não se pode trocar ou mesmo dialogar, o tempo se esvai sorrindo e suas mãos vazias abanam, ou feliz saboreia um algo que se foi. Tempo é crueldade, o tempo não tem tempo de esperar seu tempo.
E essa de perder ou ganhar tempo é bobagem, o tempo nem existe é uma ganancia louca de uma infame existência tola que se quer valorizar.
Tempo é esquisito como tudo o que não é, como tudo que por existir numa
não- existência soletra invisibilidades nas suas invisíveis aspirações.
Então tempo e eu nos encontramos em noites fechadas, em sonhos insalubres, onde um tempo se veste de vida e sorrateiro escapa meu tempo nos risos e choros, de passados insistentes em suaves memórias e de dores medonhas.


ronaldo braga

quarta-feira, março 27, 2013

Manada de normais



É triste tudo isso
Teu dolorido compromisso
O amor ao submisso
A falta de loucura nisso

Nisso que se chama vida
Somente caminhar pela avenida
Sem no mínimo fazer uma dívida
Ou achar coisas em que duvida

Sai dessa manada tão normal
Descola desse apego material
Dessa alienação brutal
Dessa roupa formal
Seja anormal
Vais ver que não faz mal

Por: Elizabeth Lourenço
Eu gosto da contradição, eu gosto do afinado na desafinação, eu gosto da treva na luz, eu gosto do que me nega, eu gosto de não gostar. 
Então o que sei do que é o amor e o amar?
Sei dos encontros tão desencontrados, sei dos resvalos na pele e dos arrepios e dos disfarces, dos escondidos olhares, e amar era um esconde esconde, um jeito novo de mostrar o lado esquerdo da coxa, do movimento tão rápido, tão manhoso, sei do feito e tão desfeito, sei dos risos calados e colados.
E o que sei do que é o amor e o amar?
Sei das noites sem dormir, das bestas lembranças, das esperas sem espera. 
O que sei do amor e do amar?
Não me pergunte.
Amor e amar é tanto que nada é.


ronaldo braga

terça-feira, março 26, 2013

a cruel palavra

A palavra não é somente contorno, nem desenho, a palavra é como uma força artificial que se torna monstro e se arrasta e te arrasta, e quando você pensa que tem ela dominada ela te leva para mundos inóspitos, para não lugares onde tua palavra é apenas tua maior desconhecida. E ai a poesia, a cronica, o conto, a literatura não é para qualquer um, antes é para quem tem a coragem de olhar seu próprio abismo e se afundar nele até espremer seu tempo em um infinito mergulho em direção a um nada cruel e onde todo teu doce veneno é a tua unica saída.


ronaldo braga

segunda-feira, março 25, 2013


Esta menina na época 2008 com 10 anos, mostrou um talento de atriz veterana. me encheu de alegria e 
seu trabalho me arrepia até hoje.
obrigada Caroline. você me mantém vivo




sexta-feira, março 22, 2013

Minha poesia queria ser morte, 
minha poesia nem queria
minha poesia não é poesia
minha poesia queria ser corte.

e nem mesmo assim minha poesia é minha.
Apenas uma velha sanha, manha, medo que me assanha
queria ser trote
ou esperas, taperas, fomes deveras
minha poesia são muitas cancelas
é tudo,
é nada,
é,
não é,
minha poesia não é forte
nem velas, nem veras, nem praia, nem rios
antes quimeras.

Minha poesia é peste é língua ferida.

minha poesia não gosta de poesia


ronaldo braga

e a tradução de Graciela Malagrida


Mi poesía quería ser muerta,
mi poesía no quería

Mi poesía no es poesía
mi poesía ansía ser grieta
y aún así mi poesía no es mía.

Apenas un viejo rubor, una maña, un
temor merodeador
que pretende ser trote
en esperas, taperas, hambrunas de veras.

Mi poesía expone renuncias
es todo,
nada,
es,
no es,
mi poesía no es fuerte
o velas u orillas o playa o ríos
antes, quimeras..



Mi poesía es peste, es
lengua herida.

Mi poesía no gusta de la poesía..

Tradução Graciela Malagrida
http://uni-versovirtual.blogspot.com.br/

quarta-feira, março 20, 2013

FRASES 2

Deixa crescer a miopia e a estupidez, o bom da vida é sorrir por dentro e poder serenamente escutar o deslocar do gado por pastos inteiros de mentiras.

Triste para a arte quando artistas se calam diante das dores de seu tempo e se tornam propagadores de dores passadas

Quando um povo perde a sua capacidade de pensar e de se ver, espertos viram doutores e mentiras viram leis

ronaldo braga

segunda-feira, março 18, 2013

frases frases



escrever sobre nossa cidade, sobre nosso bairro, nossa casa, sobre nós mesmos e nossas dores nos possibilita alcançar o humano e alcançar o universal.
Nós somos a medida certado circulante em nosso tempo e temos o que todos tem e o que somente nós possuímos. Somos a bussola que poderá imediatamente indicar fronteiras e permear o novo em nossas buscas.
o pessoal é o nosso universal possível


quando os heróis não morrem de overdose, eles vivem querendo amordaçar os outros com suas porcas lições de moral e bom costume e sempre morrem de tédio. Que tédio.


Ninguém deve ser exemplo para o outro, aquele que busca em outros, exemplos, são mortos que caminham.
O papa pede misericórdia mas usa o nome de São Francisco em vão.


a literatura é a possibilidade do absurdo

ronaldo braga

quarta-feira, março 06, 2013

aprender a aprender

Ler é ver
Ler é duvidar
Ler é aprender e desaprender e superar
Ler não é soletrar
Ler é saltar
Ler é cobiçar
Ler é correr no fio de uma navalha afiada
Ler é morrer todo dia
Ler é se perguntar


ronaldo braga