domingo, novembro 18, 2012

tem algo rindo de mim e de dentro de mim

agora eu observo um eu de dentro do meu fora e sei o quanto diferente sou eu mesmo, e a cada minuto uma nova dor me abraça e festeja minha desgraça, meus amigos abraçam todas as porcas figuras, as sinistras figuras e eu sorrindo um asco velho e doente sinto nauseas de todos os bons pensamentos. Não sei o que quero e nem sei se quero, apenas quero olhar esse meu olhar e duvidar deste brilho oco que se insinua por toda a minha pele.
Sou um outro que aspira um silencio quieto e solitario.
ronaldo braga

Nenhum comentário: