segunda-feira, outubro 22, 2012

ANTONIO E SUA DOCE TELMINHA


Desde pequeno Antonio era teimoso e não adiantava explicar, até provar que ele continuava na sua verdade, e quando ele não podia contrariar a prova dada ele arrematava:
- Pode até ser verdade o que os senhores e as senhoras falam, mas eu vou votar neste partido e neste candidato.
Pai, mãe e irmãos desistiram de qualquer convencimento, e mesmo depois que os jornais noticiara a prisão do político ele afirmou com uma força descomunal-
- É tudo mentira, os juízes, a imprensa e os ricos estão de conluio para prejudicar, esse honesto político.
O tempo passou e Antonio então anunciou que iria moraR com  TELMINHA.
-Com a TELMINHA,  meu filho?
- Sim minha mãe, com a TELMINHA, a doce e bela TELMINHA.
O pai olhou e nada disse, apenas encarou o filho com uma cara que denunciava todo o seu desgosto e preocupação.
Antonio então tomou banho, se arrumou  e saiu para encontrar com a sua doce TELMINHA.
O pai, a mãe e os irmãos de Antonio estavam derrotados, a mãe disse inesperadamente
-Não vou permitir que essa doce TELMINHA destrua a nossa família de novo- disse e olhou o pai nos olhos
A filha sem entender esbugalhou os olhos e perguntou
- Mamãe, destruir de novo? como?
-Pergunte ao seu pai – A mãe disse isso e correu chorando para a cozinha e entre pratos e temperos afogou toda a sua dor. O pai cansado e completamente abatido gaguejou-
- Vou tomar uma cachaça em Karrate. E de forma atrapalhada disparou para a rua.
O tempo passou e o silencio reinou naquela casa, que antes era alegria e alvoroço em todos os momentos. A mãe então depois de tanto esperar intimou o marido
-O senhor já explicou para o seu filho toda a verdade de TELMINHA?
O marido totalmente abatido suspirou-
- Não tenho coragem.
A chegada do filho fez a mãe explodir.
- Antonio, sua TELMINHA, foi amante de seu pai ou ainda é?
Antonio fitou o seu pai e depois calmamente disparou
- Minha mãe querida a Telminha é um anjo e essa historia de ser amante de meu pai é uma baixaria que eu não esperava.
E saiu pra nunca mais voltar.
Casaram –se dois meses depois e um mês após o casamento, Antonio recebeu uma carta anônima que narrava toda a vida pregressa de sua amada TELMINHA.
Antonio rasgou a carta em mil pedaços e manteve intacta a sua capacidade de não mudar de opinião e nem mesmo diante de qualquer prova.
Acreditando que fora sua mãe  a autora daquela carta maldita, que queria acabar com a sua felicidade, resolveu por fim nesta difamação de sua mãe, decidido então foi até a casa da sua infancia  para pedir a mamãe que deixasse em paz a sua vida. No caminho encontrou Totó um amigo de infancia e que nada sabia da historia recente da familia de Antonio, e os dois conversaram muito e ao se despedir Antonio falou da do motivo de sua visita e Totó lhe informa que a mesma  tava hospitalizada, Antonio pensou então de ir ao hospital, mas como já estava perto resolveu conversar com os irmãos.
A casa estava fechada e ele foi então pelos fundos e devagarinho empurrou a porta da cozinha e encontra a sua doce TELMINHA NUA sentada no colo de seu pai.
Antonio perplexo nada consegue falar mas percebe a faca na mesa e com furia mata a sua doce TELMINHA, mata o seu pai, segura a mão de sua doce TELMINHA e  enfia a faca com vigor em sua propria garganta.
Quando a familia chegou em casa encontrou, o pai virado pro lado esquerdo, Antonio  segurando firmemente a mão de Telminha que sentada olhava o teto, os três já estavam mortos e o sangue já tinha coagulado.  A mãe calmamente, segurou o seu filho e beijou na face
- Filho, agora você acredita.

ronaldo braga

LEMBRANDO NELSON RODRIGUES

Nenhum comentário: