sábado, dezembro 24, 2011

O nascimento da tragédia ou Helenismo e pessimismo tentativa de autocrítica

ROBERT JONHSON SWEET HOME CHICAGO







Pois toda a vida repousa sobre a aparência, a arte, a ilusão, a óptica, a necessidade perspectivístico e do erro. O cristianismo foi desde o inicio, essencial e basicamente, asco e fastio da vida na vida, que apenas se disfarçava, apenas se ocultava, apenas se enfeitava sob a crença em "outra" ou "melhor" vida. O ódio ao "mundo", a maldição dos afetos, o medo à beleza e à sensualidade, um lado-de-lá inventado para difamar melhor o lado-de-cá, no fundo um anseio pelo nada, pelo fim, pelo repouso, para chegar ao "sabá dos sabás"
FRIEDRICH NIETZSCHE pag 17 ( O nascimento da tragedia, companhia de bolso, trad J.Guinsburg )

Nenhum comentário: