segunda-feira, setembro 26, 2011

a pedra: signo segundo,

ofegante, asmática, inexata
a Rocha vagueia pelo chão empoeirado
sem reconhecer nenhum dos traços de sua última visita
perambula pelo templo esse lagarto de pedra
com seu fogo amolado
em busca da pele e seus calendários
faminta como os carneiros e os albatrozes
a Rocha se ergue nas águas turvas do aquário
e o horizonte se converte em um emaranhado de águias
a Rocha retorna à garganta emplumada do equinócio
e lança suas maldições sobre o Sol:
esse bastardo encarnado...

nuno gonçalves.

Nenhum comentário: