sábado, dezembro 25, 2010

Projeto escravo feliz.Volta lula








Hoje encontrei um brizolista daqueles que não existe mais, e além do mais coisa de trinta anos que eu não o via. Ele vocifera verdades e sempre chama o Darci Ribeiro, para provar todas as suas sentenças. Foi uma alegria o reencontro com cara de encontro, pois afinal trinta anos nos deixou completamente diferentes.
Depois que o deixei passei a refletir sobre o final do governo lula e resolvi agradece-lo, a contra gosto sim, mas sou obrigado a agaradece-lo.
Primeiro quero agradecer ao sr. lula por ter mantido o povo longe de uma boa escola, assim meus filhos que estudaram em escolas acima de mil reais por mês somente de mensalidade, pode tranquilamente saber que pelos menos setenta por cento da população estará fora da disputa nos bons concursos e nas boas faculdades, que além de boas são de graça e ainda arranjam uma bolsa em pesquisa.E ao mesmo fico imensamente agradecido ao lula por defenir que escola paga é para pobre, eu adorei esta sentença:
- No governo lula pobre vai a faculdade paga. Achei isso o maximo.
Segundo por lula ter estimulado as cotas para negros, assim meus filhos brancos estudam em uma boa escola primaria e secundaria e o pobre e negro estuda numa pessima escola e de presente e consolo ganha cotas, espaço marcado e gradeado do acesso as universidades, e neste item tenho que agradecer tambem aos movimentos negros que não se interessam por lutar por um ensino bom no primario e no segundo grau para os pobres e negros e estimulam a manuntaenção do pobre como bucha de canhão, ou da criança pobre negra como futuro alvo para as balas policiais do pt ou do seu socio o psdb.
Terceiro quero agradecer a lula por manter a saude do pobre ruim ou inexistente, assim os bons medicos ficam mais baratos, por que tenho certeza se a saude melhorar para os pobres os bons medicos vão ter mais pacientes e dificultará um pouco a vida da classe media, eu falo daquela classe media que pode gastar acima de cinco mil reais por mês com a manuntenção de sua familia.
Quarto quero agradecer ao sr lula por ter triplicado a divida publica e de pegar o dinheiro que cobra dos telefones e desviar e não aplicar na fiscalização.
Quinto quero agradecer ao sr lula por ter feito a carne ficar cara, assim em vez de meio quilo no almoço eu como 250 gramas e isso ajuda a minha saude, bom se o povo não pode comer, então melhor pros meus filhos que não terão concorrencia no futuro. Afinal o povo pode comprar moto em cem prestações e pagar no final quatro e assim enriquecer as montadoras. Afinal ele é o cara.
Sexto quero agradecer ao povo por desejar ficar sempre em segundo plano e quero tambem fazer uma pergunta.
Se vocês gostam tanto de lula ( eu gosto de polvo) por que tudo o que o povo usa é ruim ou nem existe? Senão vejamos:
- A educação do povo é uma piada;
- A saude do povo é assassintao;
- O transporte coletivo que o povo usa é uma desgraça;
- O povo mora em casa que parece mais morredouros.
É verdade que tem uma coisa que funciona bem. A repressão policial contra o povo.
Então povo feliz continue assim por que assim meus filhos tem mais chances de se dar bem e meus netos tambem
Feliz natal ao povo de lula.
Agora uma ultima razão de agradecimento ao lula é de ele ter feito menos reforma agraria do que fernando henrique.
Mas por outro lado ter distribuido muito dinheiro pros lideres para que os sem terra fique eternamente sem terra e os lideres ricos e o mundo bom e bonito dos brancos continue inalterado. Obrigado lula nós brancos o queremos de volta em 2014.
Por mim o sr lula ficaria trinta anos no poder, para que o projeto que começou a ser feito na escravidão com a religião finalmente fosse concluido:
Que é o projeto escravo feliz.

ronaldo braga

7 comentários:

rafaul disse...

pão e circo novament
a solução mestre eh fundar um novo partido.

Diego Pinheiro disse...

Achei ácido, incisivo.

O que é bom. "Faculdade para pobre é paga"

Isso é a mais pura verdade educacional.

Thiago Cerqueira disse...

texto que vai me fazer refletir por um bom tempo!

geraldo maia disse...

Só quando eu decido isso. Só Deus (e aí é decisão minha) pode me ordenar, me mandar, Ele pode e eu obedeço porque decidi isso, Deus não obriga ninguém a nada. Prefiro então a praça, a rua, onde posso servir a Deus como Ele quiser (eu permito isso). A luta política partidária continua, agora no PV, com Marina Silva, não é certo nem errado, só outra decisão que tomei, é nenhuma. E exercer (como vc) o meu espírito crítico, só que agora mais propondo que confrontando com a mediocridade posta. Assim fico muito próxima dela e me igualo no final. Não nasci para isso, caro Ronaldo, quero mais, muito mais mesmo, não é ambição, veja, apenas me colocando a serviço do Poder Infinito de Deus. Questão de fé. Cada um com a sua. Nada do que vi aí me faz a cabeça mais. Tudo fracasso e ruína. E que vc atesta no seu texto. Tudo enganação, enrolação, mentira, corrupção, prostituição geral, nem a minha nem a sua escapam. Não é verdade? Se não vc não escreveria esse texto aí. Vc vê o que eu vejo, apenas diferimos um pouco nos métodos de ação diante dessa realidade. Mas o seu método, a sua forma não é melhor nem pior, só diferente. E não me interessa mudar vc em nada, mas conviver com vc de boa, em suas e minhas diferenças. Todo conflito nasce quando queremos mudar o outro em vez de aceitá-lo. Seja como vc quiser e eu como Deus quiser. Qual o melhor? o pior? Não estou mais nessa de julgar, mas de juntar com outro para realizar sonhos até onde der. Se ão der mais caio fora, como fiz com relação à wagner, e se for o caso, posso atirar geral, mas acho que não vale mais a pena, tira a gente do foco, deixa à mercê do outro a quem atacamos. Melhor evitar do que brigar. Melhor debater do que combater, o debate é combate com o verbo, com a palavra, com a inteligência. Guerra com armas é medíocre, véi, só em legítima defesa. Minha arma é a poesia, lembra? Continua. E vou dar meus vacilos por aí, não sou um hipócrita perfeito, mas um hipócrita consciente de minha bundamolice. Agora o espírito guerreiro, a personalidade forte, o caráter combativo continuam com outros métodos e atitudes. Tive de sair de S. Félix porque o prefeito me ameaçou no ar. Quis encarar, mas meu irmão me tirou na raça e me trouxe até aqui onde estou agora. E eu só estava implantando uma escola. Um caça-níqueis dirão. Sempre dirão qualquer coisa. Assm como nós estamos dizendo deles. Quem tem razão, de novo? Aí, segue o texto sobre a prisão de Liu Xiabo e sua mulher. Um exercício para as próximas batalhas, no papel, é claro rsrsrsrs.Se é que vc já não leu...

Abraço,
grato,
carinho,
Geraldo

geraldo maia disse...

geraldo maia disse...

Então, Ronaldo, seu texto não é um "fenômeno", nem "gauúho" rsrsrsrs, mas é muito bom, uma crítica ácida, irônica, bem ao seu modo, e necessária diante do "silêncio" da hegemonia a qualquer preço imposto pelos ventos gramscianos que sopram mais fortes agora com a vitória de Dilma. Veja a situação aí na terrinha, uma luta de décadas para derrubar o carlismo, uma vitória suada, sacrificada que vem desde a ditadura, vc sabe o que rolava na escola de teatro, quem era márcio meirelles, o que recebeu quando mostrou suas garras autoritárias, vaidosas e arrogante: um pau bem dado desferido por um baixinho enjoado na época cultor de kau massa
, e que depois foi fazer parte da família de João Durval, o que tomou um pau de ACM cheio do pau, e as lutas prosseguiram até que, ao ser convidado para contribuir com o recém implantado governo ouço logo de cara que "paulo souto é gente fina", que "os carlistas precisam sobreviver para engordar as possibilidades de hegemonia", e eu vi (e vejo) os carlistas que foram combatidos enfiados no governo mandando e desmandando como fazia o seu finado líder, a começar pelo próprio márcio, que vc conhece tão meu como eu. Negão conhece tb,mas como pcdobesta nada, os caras são muito sabidos por um cargomandato, aí sim, políticos profissionais, vivem só disso, do "71" deles, o carlismo engrossa o governo de Wagner que quer a reeleição na tora, então arma-se detonar o poeta que é contra o carlismo e não obedece àsordens do chefe que lhe parecem passíveis de análise, a armação entra em curso e o poeta dança, só que deveria sair caladinho para não atrapalhar os planos totalitários (adoraria mesmo atrapalhá-los, mas quem sou eu, nada, nada, vezes nada). Saio rasgando como é do mei feitio e sou acusado por todos os dedos com razão que conheço. Então, meu caro, política, agora só se for para tomar o poder e exercê-lo. essa coisa de receber ordens de quem não tem competência não é comigo.
(continua)

geraldo maia disse...

NEM OS COMUNISTAS AGUENTAM MAIS OS COMUNISTAS



Com a revelação da carta da velha guarda comunista da China condenando o autoritarismo fascista do Partido Comunista chinês e exortando aos dirigentes atuais a adoção de medidas mais democráticas como liberdade de ação e expressão, coisa mal vista pelos fanáticos estalinistas-maoistas que, convencidos da fragilidade de sustentação do regime que adotam usam de todos os meios coercitivos e punitivos para manter, sob a égide do medo e do terror estatal, a brutalidade do regime comunista.

Essa fragilidade fica cada vez mais evidente quando o “todo poderoso” estado-partido comunista chinês tremeu de medo diante de um casal de poetas que ousa sonhar e lutar por um pouco de liberdade para o seu povo massacrado por um dos mais ferozes regimes do mundo.

O medo do PC chinês para com o atual ganhador do Nobel da Paz é compreensível se pensarmos que a simples menção da palavra “liberdade” tem o som de milhões de bombas atômicas para os ouvidos totalitários e cruéis dos comunistas chineses.

E ao mesmo tempo evidencia a força poderosa da poesia e da literatura diante do cerceamento da palavra e de sua expressão. Realmente, os comunistas odeiam a poesia e os poetas, e os escritores e artistas de um modo geral porque sabem que essas pessoas trabalham com criatividade, com a imaginação, com o sonho, com a invenção, com tudo que não pode ser fisicamente encarcerado nos “gúlags” , prisões, hospitais e nos porões das masmorras comunistas onde são torturados e destruídos sistematicamente os desvios libertários da população submetida à brutalidade totalitária do PC e seu “exército do povo”.

Mas pelo visto, nem mesmo os próprios comunistas suportam mais o comunismo. Não é atoa que fracassou em quase todos os países onde foi imposto na marra. Por isso mesmo. A idéia de “bem estar comum” é Divina, vem de Deus. Mas os métodos utilizados pelos comunistas para uma suposta obtenção desse bem estar são diabólicos. A prova está no comportamento dos comunistas chineses diante do prêmio conquistador um compatriota.

É estarrecedor! E é esse sistema que os partidos comunistas insistem em querer implantar em nosso país. E que o PT de Lula e Dilma quer implantar de um modo mais “light”, pela via gramsciana, via “marketing cultural”, “assistencialismo social”, e “consumismo anestésico”, quer dizer, os mesmos métodos do populismo liberal usados para a conquista da hegemonia do poder (vide Wagner na Bahia).

Enquanto na China Liu Xiaobo e sua esposa Liu Xia lutam pelas liberdades democráticas, aqui no Brasil artistas supostamente lobotomizados escrevem manifesto a favor da implantação da censura aos meios de comunicação e à liberdade de expressão com pesadas críticas à imprensa acusada de irresponsável e sem limites.

Só mesmo lobotomia para explicar tal atitude por parte de pessoas que ganha a vida com a liberdade de expressão e com a visibilidade que essa mesma imprensa lhes proporciona. É, talvez esteja aí a tal “irresponsabilidade e falta de limites”. Nunca é tarde para aprender. Espero que todos tenhamos aprendido alguma coisa com o exemplo do casal de poetas chineses e com a atitude “limitada” e “responsável” do partido comunista chinês. Vade retro. Liberdade para os poetas Liu Xiaobo e Liu Xia.


Geraldo Maia

Poeta

www.ospoetizadores.com.br

nuno gonçalves disse...

macho - ou melhor, Sr Ronaldo - o texto é uma porrada no crânio uma martelada que reúne um resumo da artilharia que tu vem construindo em torno do governo lula. faz pensar mais pq os argumentos estão expostos de uma maneira bem mais clara e sem os tantos adjetivos das outras. curti o poema da fome, permite muitas leituras; acabamos de chegar das montanhas, faz frio e continuo desconfiando de todas as formas políticas e de qualquer fanatismo. ontem à noite uma pergunta surgiu no meio do jantar: como se dará daqui em diante a desestruturação do império? quem sabe o que passa nas gavetas e nas mentes dos que se proclamam senhores? bom saber que apesar de qualquer coisa as águas ainda iluminam os vales, ainda.

abraço

nuno g.