terça-feira, janeiro 26, 2010

viver

carrego ventos assustados e dor
em mais uma jornada
entre sorrisos e feridas sentimentais
Só vejo mascaras nos sinceros desabafos
dos calados sofredores
cansaços e derrotas nas longas ajudas dos bons.
É, é apenas dor nas distancias perdidas
e ainda sinto em mim
preso todos os males do mundo.

ronaldo braga

Um comentário:

Luciano Fraga disse...

Braga,parece que cabe mesmo aos poetas sentir,descrever e transportar estes fardos,no fundo, os homens são todos aflitos...Abraço.