domingo, dezembro 14, 2008

Carta resposta

Com todo o tempo que eu não tive quando ainda sofria ao seu lado, fiz de minhas memórias, meu passatempo e aprendi a fazer listas de preferências, exatamente como os orientais, não sei exatamente onde isto vai me levar, não sei nem mesmo se vai me levar, o que eu sei com toda a certeza é que agora as coisas ficaram mais às claras, apesar de ainda confusas, você ainda é presente em mim, como um monstro para uma criança na hora de dormir, sei que você não estar mais aqui mas a sua presença me dar medo e me assusta.
A sua carta não me surpreendeu, eu sabia que este incomodo viria a qualquer momento, logo que eu a recebi, estava decidido a não abri-la e queima-la fechada mesmo, depois pensei em guarda-la, é guarda-la fechada mesmo, como um trunfo, que se exibe para os derrotados, mas alguma coisa dentro de mim fervia enquanto eu olhava e via aquela carta como uma arma letal que poderia ser usada contra mim se eu não a abrisse.
Li e reli a sua carta e confesso que não vou responde-la, escrevo esta tentando não ser uma resposta, antes quero lhe dizer as verdades que você sufocou todos esses anos de ausência ao meu lado, engraçado, quando ao meu lado você aterrorizava a minha vida, sua ausência era o meu terror, hoje quando já separados, sua presença é uma dor que eu tenho que carregar e parece para todo o sempre.
As palavras que escreveu me perseguem como o som de sua voz em meu ouvido me acusando, me diminuindo e chorando seus fracassos como um rio de lama que insiste em morrer e continuar vivendo.
Mas eu quero lhe falar de minha lista de preferências, onde a musica não estar presente em nenhuma etapa, você matou em mim todo o gosto e a capacidade musical, hoje é a matemática o meu forte e agora que eu concluí o curso de matemática básica confesso que sei menos ainda, mas com uma felicidade enorme carrego na pasta o certificado de conclusão.
Você por certo vai rir e dizer que na minha idade e posição intelectual, eu já devia ter desistido das besteiras adolescentes e me focar na filosofia que é o meu forte.
Mas na verdade as exatas me sufocam e eu precisava de um alivio.
Mas para seu conforto e desespero eu apresento sem mais discussões a minha lista de preferências:
1- ser doutor em matemática inconclusa
2- esquecer você
3- ler todas as cartas que eu escrevi pra você e não mandei
4- me mudar de país
5- aprender a tocar piano
6- aprender ter ritmo ( eu sei que sou desafinado e que não sei nem mesmo dançar dois pra lá, dois pra cá)
7- fazer teatro( a nossa vida de casado foi sempre uma comédia, hoje eu me interesso pelas tragédias)
8- arrancar você de dentro de mim
9- saber de seus segredos e divulgar para o mundo
10- fazer morrer o eu que você machucou.

Saiba que eu escrevo esta carta, como se não tivesse lido a sua, em um esforço desconhecido pra mim, estou evitando responder a todas as suas insinuações e pautando a minha carta em meus devaneios, estou tentando não ser um reativo, não responder antes apresentar as minha questões, pra você pensar.
Quero encerrar esta carta pequena, afirmando que não sei o porque, mas não quero lhe ver de novo, mas que me agradaria muito um convite seu para que tal aconteça.
Sem mais deste ser que você tanto maltratou e que agora lhe ver a distancia e que é feliz na solidão dos seus pesadelos.

Ronaldo Braga

4 comentários:

. fina flor . disse...

meniiiiiino, isso sim que é resposta bem dada :o)

e ó, ritmo é mais fácil do que parece, basta fechar o olho!

beijos e bom domingo,

MM.

Luciano Fraga disse...

Braga, que missiva bem calculada e milimétricamente ritmada.Existem coisas/pessoas, boas ou ruins das quais nos afastamos mas permanecem vivas, fantasmagóricas.Se pelo menos metade da lista for cumprida...Abraço.

Luciano Fraga disse...

Braga, que missiva bem calculada e milimétricamente ritmada.Existem coisas/pessoas, boas ou ruins das quais nos afastamos mas permanecem vivas, fantasmagóricas.Se pelo menos metade da lista for cumprida...Abraço.

Marcia Barbieri disse...

Simplesmente divino. Escolhi algumas frases que mais gostei, mas desisti,pois a lista estava muito grande.Parabéns!!!!!!!!

beijos ternos

PS: mais uma vez agradeço imensamente e é uma honra estar no seu espaço