quarta-feira, setembro 05, 2007

numa noite dessa, eu me abandono em um bar qualquer

Há muito tempo e numa constância diária um sentimento de desamparo vem tomando conta de mim e eu sempre penso:
Numa noite dessa eu abandono a mim mesmo em um bar qualquer.
Mas o negócio tava tão mal, que até mesmo a realização desse desejo começava a ficar difícil, já fazia três dias que eu não ia a nenhum bar, e além das dores por todo o corpo, e uma total falta de desejo, eu ainda me sentia completamente sufocado.E naquela noite eu não parava de vômitar. Mas os meus vômitos eram e são como trunfos, significam que eu ainda tenho algo pra jogar pra fora, pois além, nada mais me resta.
A única mulher pela qual, eu ainda tinha algum sentimento, saiu daqui, poucos minutos atrás, dizendo que eu era um cadáver em estado de putrefação, saiu dizendo que não voltaria mais e bateu a porta com tanta força que ela simplesmente não fecha mais, e eu então a escorei com uma cadeira velha e quebrada.
Mas por outro lado é um alivio deixar a Antonia zangada, já tinha tentado de tudo, para ela me abandonar, e nada, ela, simplesmente, resolveu que era a minha mulher pra sempre, e eu sabia que eu não era homem pra mulher nenhuma e Antonia era além de bonita, merecedora de algum cara em condições de fazê-la feliz.
Bebi o ultimo trago de álcool desdobrado por mim mesmo e me senti um herói de quadrinhos, eu era então o homem de ferro, poderoso, forte e rico e ninguém sabia a minha identidade.
A zoada no corredor era infernal e a porta não fechava direito. Eu morava em um cortiço, cada quarto custando para nós, dez reais por semana, e ali muita gente se juntava e dividia esses dez no meio. Dois travestis, meus vizinhos e que dividiam os dez reias por semana, nesse momento, exatamente às 18 horas e 15 minutos se esbofeteavam entre palavras educadas de travesti e acusações de atravessamentos:
O negocio deles era muito lucrativo, mas, sempre, um achava que o outro pegara o seu cliente.
E enquanto as moças trocavam tapinhas e acusações, a velha, moradora em frente do meu quarto, do lado esquerdo começava a jogar os seus dejetos sobre a porta dos travestis e gritar e gritar. A menina, que também morava em frente, do lado direito e que dizia ser maior de idade, mais todo mundo sabia que ela tinha no máximo 15 anos, naquele momento trabalhava um velho e dava seus berros fingindo um gozo para ganhar algum a mais, e eram exatamente 18 horas e 45 minutos quando o velho cliente da menina saiu sorridente e sendo o Batmam com sua capa protetora protegendo a sua identidade secreta.
Um pouco mais tarde, às 20horas e dez minutos, os travecos, que moravam em frente à minha porta, e que agora eram completamente amigáveis um com o outro e ambos agora para o outro, tinham os melhores sorrisos, brincavam um com o corpo do outro.
E a menina depois do banho, às 20 horas e 59 minutos, me visitou e me deu um litro cheio de conhaque e um prato de comida e me deixou observa-la completamente nua e saiu às 21 horas e 22 minutos afirmando que ainda dormiria comigo.
Ataquei o conhaque e joguei a comida para o lado, acendi um cigarro e pensei:
ela não terá tempo, primeiro só transo com mulheres com mais de 18 anos e eu tinha certeza que três anos era por certo muito tempo para mim.
Bebi, fumei, dormi e já à meia-noite recebi a visita dos travecos, eles sempre me traziam cigarros e conversas e bebidas e mais conversas. Fumamos, bebemos e duas horas mais tarde, eles foram embora e eu dormi de novo.
Agora em cima do meu feliz e renovado vomito.
A Antônia precisa ser feliz..

RONALDO BRAGA

6 comentários:

anjobaldio disse...

Caro Ronaldo, às vezes o próprio cotidiano é tão absurdo, que delirar já não faz tanto efeito. O Bar de Turíbio parece um desses lugares sórdidos saídos de algum conto do velho Buk. Belo texto.

Anônimo disse...

hellopeople this is a great forum hope im welcome :)

Anônimo disse...

pretty cool stuff here thank you!!!!!!!

Anônimo disse...

Anyone need links back to your web pages? We can get you tens of thousands of backlinks. e-mail: webmaster@spreadrumers.com. Dueces!

Anônimo disse...

Good afternoon, does anyone know of a great dentist? My tooth actually hurts right now, so I read a great site about a [url=http://mississauga-dental.com]mississauga emergency dental service[/url] :l The site was well educational, but I want help about my tooth. Can anyone kindly lend a hand?

Thanks
-Kris

Anônimo disse...

Anyone ever try a hookah? Hookahs