terça-feira, abril 24, 2007

VITAL

Necessariamente
devo voar
para fecundar todas as flores
hoje me esperam famintos
os jardins infinitos
e o planeta

Necessariamente
vou me despedir
ainda que sangre
como a um dente de leite
tudo o que quero

Preciso
mais espaços
em cada coração
por isso estou
buscando nadas
em terras perfumadas
por isso vou
deixando pistas

Preciso
uma essência inascível
um extranho perfume
doce, como um beijo de Deus
Não te apegues
eu irei soltar-me

Necessariamente
me espreguiço
em um exercito de formigas
para fazer tremer a terra.
Estendo os braços
e me abandono segura.
Meu coração estar em você
porque este amor
não tem igual

Preciso
tomar-lhe o pulso agora
e respirar
a pureza do milagre
o vigor do filho e do poema
que acabam de nascer

Necessariamente
te pertubo
para evitar
o momento difuso
pois nada é, nem se ver
exceto
a generosidade da luz
quero dizer
sou tão frágil
como uma sombra

Preciso voar
dia e noite
em todo momento e lugar
sem esquecer
os tempos das transformações.
Não te apegues
em minha fragilidade.

Graciela Malagrida

http://uni-versovirtual.blogspot.com/
http://www.poetasdelmundo.com/

tradução do Espanhol para o português de ronaldo braga

3 comentários:

ronaldo braga disse...

tradução é a construção de um novo texto que abarca o espirito do primeiro, é preciso porem se conhecer o autor, ler sua obra e não somente o texto que se vai traduzir, é preciso manter a intenção do autor e para isso muitas vezes tem que se modificar palavras. este poema de Graciela Malagrida me deu um imenso prazer traduzir porque eu sentir ele como se pra mim ele fosse direcionado e mais como se eu o tivesse escrito.
Vital é vital mesmo, tem uma mensagem de independencia, mas antes é poesia, é magia, é uma canção à vida.
obrigado Graciela pelo poema.

graciela malagrida disse...

La traducción tiene la cadencia del idioma y del traductor que es polifacético y sensible como un niño. La que debe agradecer este milagro soy yo Ronaldo.

Ederson disse...

Muito belo o texto....boa tradução Ronaldo!!!