quinta-feira, março 08, 2007

SEM TITULO

Minha arma é um velho bacamarte
cheio de pregos,
bolinhas de rulimã,
pedaços de vidros
e outras quinquilharias
para esburacar
o chiqueiro:
das madames
e dos velhos coronéis...

GIORDANO DINIZ
para o poeta Luciano Fraga

2 comentários:

Braga e Poesia disse...

giordano seja bem vindo ao blog e que venha armado a guerra já começou.mas amplia um pouco a sua fúria para os politicos por exemplo, seja qual for a cor deles.

luciano fraga disse...

Braga,fico feliz pelo aparecimento do nosso grande Giordano(Vovô),uma surpresa agradável,agradeço a dedicatória.Com um arsenal deste cuspindo,varrendo e disparando versos e poesias,o mundo seria outro...