terça-feira, janeiro 30, 2007

PELE DE GASOLINA

anjo sacana
de boca vermelha
bebado de loucura de minha menina
olhos de fumaça verde
pele de gasolina
torturando
os demônios
da esquinas

mordida de cão tardio
marca impregnada
no caos
da inconsciência

LITA PASSOS

2 comentários:

Nelson Magalhães Filho disse...

Lita, você muito bem sabe que todo anjo é terrível.

Miguel disse...

SÓ, SOMENTE EM 2003, QUE TIVE ACESSO A LÍRICA DE LITA PASSOS,
FUI COM O TEMPO MATURANDO,
PORTE DE RAINHA,
ESPOSA DE UM POETA MAIOR DE CRUZ DAS ALMAS!
EM CUJA PROPRIEDADE GUARDA COM CARINHO CADINHOS E LEMBRANÇAS DE JACINTA PASSOS,
ANO PASSADO,
EU E ADELMO OLIVEIRA, POETA MAIOR QUE NOMEIO NA BAHIA,
FOMOS ASSISTIR JANÍANA AMADO,
DESCORRER SOBRE ESSA POETA MALDITO E COMUNISTA.
SEMPRE TIVE E TEREI O MEU AMOR E O MEU CARINHO
POR ESSE PÁSSARO "LITA PASSOS"
ETERNA EM MEU CORAÇÃO DE MENINO VELHO!