quarta-feira, janeiro 10, 2007

EU NÃO SINTO SOLIDÃO

É a noite desamparo
das montanhas ao oceano,
porem eu, a que te ama,
eu não sinto a solidão.
É todo o céu desamparo,
mergulha a lua nas ondas,
porem eu, a que te embala
eu não sinto a solidão.
É o mundo desamparo,
triste a carne em abandono,
porem eu, a que te embala
eu não sinto a solidão.

poema de Gabriela Mistral (tradução de M. Tereza A. Pina)
Gabriela Mistral nasceu em Vicuña,pequena cidade ao norte do Chile, no dia 7 de abril de 1889
foi a primeira escritora latino americana a ganhar o premio nobre de literatura, no ano de 1945.
Morreu em 1957 na cidade de Nova York

Um comentário:

Nelson Magalhães Filho disse...

A arte exige uma constante flutuação acima da mediocridade reinante, e que estejamos sós.