sexta-feira, março 17, 2017

ELA É ANARQUISTA E O POVO NÃO PRESTA

E então do alto de sua arrogância ela berra: sou anarquista, mas não milito na causa anarquista por não confiar no povo, o povo não presta, não tem capacidade de viver em um mundo anarquista.
Por não ler nem mesmo os clássicos de sua anarquia, será que leu Proudhon? Bakunin? Stirner? Malatesta? Será que ela leu a miséria da filosofia, onde Proudhon a partir da hipótese de Deus, mostra questionamentos quanto a certeza de conceitos. Essa moça escritora não sabe o perigo por trás de uma frase desta, o tal Karl Marx, santo comunista, já tinha percebido a dificuldade de lidar com o povo existente, ele então como solução propões duas coisas interessantes, uma é a doutrinação onde for possível a doutrinação e onde não for possível ele propõe a eliminação física das pessoas, ou seja o genocídio puro e simples.
O povo não presta, então se inventa um povo bom que caiba na minha doutrina política e assim satisfazer minha doente pessoa, com uma utopia e um desprezo pelo real, pelo que existe, uma repugnância pela vida concreta, que me torna um gênio, um ser superior, um ser que pode então sair por ai revolucionando tudo, quebrando tudo, parando ruas, pois nada do que tá ai serve ao meu mundo superior, e ninguém existente, além dos meus compadres sabem o que é este maravilhoso mundo novo anarquista ou comunista que pode muito ser nazista.
Essa gente, que nem mesmo conhece a história, acha que escrever bem, pois a moça escreve, lhe faz capaz de entender de política e de economia política, não sabe ela que papel aceita qualquer tese, mesmo com toda a capacidade técnica e sua lógica bem estruturada, é apenas ficção e ali tudo cabe dentro de sua coerência interna. Na vida não, na vida não cabe a falácia da dialética marxista, a vida é um paradoxo sem tamanho, é um surpreender a todo momento, a vida irrompe e não manda aviso.
O perigoso e sempre fatal para o povo, quando esta gente superior toma o poder, com sua utopia, é que a primeira coisa feita por eles é a suspensão da liberdade do povo, pois se ele o povo não presta é preciso impor um povo ao povo e ai a lavagem cerebral baseada em prisão, tortura e bala, para os casos considerados sem recuperação é apenas coisa de mais dias ou menos dias. A história é cheia de exemplos assim:
- França século 19, um exemplo anarquista, - Rússia , Cuba, Coreia do Norte Vietnã século 20, exemplos comunistas, - Alemanha século 20 exemplo nazista e América latina século 21 exemplos do socialismo.
Coitada essa gente, faz mal a se e aos que o rodeiam e continuam escrevendo bem aqueles que escrevem bem e nada mais.


Ronaldo Braga

segunda-feira, março 06, 2017

NO CORAÇÃO DO POVO BRASILEIRO MORA A CORAGEM DE ENFRENTAR A ESQUERDA E SUAS FALÁCIAS E SEUS COMPARSAS.

- A hora é de união nacional, e não de se apegar às ideias individuais ou partidárias,- afirma o presidente de um partido que considera investigar seu chefe um atentado à democracia e ofensa aos mais pobres.
- Devemos juntar forças para salvar o país - afirma um jovem que se intitula fiel ao partido afastado do poder  e faz de conta que não conhece Erenice Guerra. Ex-braço direito de Dilma Rousseff na Casa Civil, Erenice Guerra foi ouvida em outubro na PF em Brasília. Ela havia sido acusada na delação premiada de Otávio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, de ter atuado para favorecer a empreiteira na construção de Belo Monte.Pelas declarações de Erenice, já estava tudo garantido às grandes empreiteiras, justamente as maiores pagadoras de propina. “Mesmo as empresas Camargo Corrêa e Odebrecht tendo desistido de participar do leilão, em clara tentativa de obstar sua realização, o governo federal não poderia abrir mão da participação dessas empresas de maior porte, não só pela capacidade técnica, mas também pela capacidade econômica, no sentido de reunir as garantias financeiras necessárias”, afirmou.
Então temos militante e dirigente do PT, querendo enganar o povo com discurso de união, de salvar o país, mas a rigor, quando se defende união nacional, se pretende construir algo novo em torno desta propagada união, mas o tal presidente do partido que desempregou milhões, quer uma união, onde os outros esqueçam suas ideias e mantenham firme as ideias do partido que dilapidou a Petrobras, quer antes de mais nada, que os outros que acham que o chefe do partido no poder seja investigado, passe a mão na cabeça do chefe e em nome da união nacional, considere o chefe inocente, honesto e apoie suas ideias e seus métodos de governo, então, o presidente  do partido que devastou as finanças das estatais, não deveria pedir união nacional e sim "ajoelhamento" nacional em torno do partido dos arruaceiros-
Ajoelhem -se diante de nós - Esta deveria ser a frase correta do presidente do partido que por 13 anos  poder, nada fez além da famosa economia de voo de galinha, pois é isso que podemos entender da sua fala,.
Este partido que esteve e foi afastado poder, tem umas colocações que se não fossem fascistas, seriam engraçadas, como por exemplo:
- Esqueçam suas ideias e se tornem maiores -
Ora, o presidente do partido que comprou jornalistas, quando no poder, afirma que é menor quem tem ideias e maior quem abandona as suas e apoia as do partido... dele. Mas quando que ele vai pedir ao seu partido para esquecer as ideias que levou o país à derrocada? Claro que nunca, são sempre os outros que devem esquecer suas ideias, são sempre os outros que não prestam, são sempre os outros que são os culpados, afinal para a ideologia do partido do nós contra eles, quando no poder, o inferno são os outros.

- Precisamos pensar no país -
Como? Como afirmar que pensar no país é apoiar um governo que levou o país para um buraco? Afinal quem levou o país para uma epidemia? Quem levou  o país para a insegurança da saúde,  para o  medo, o pânico do parto? Como afirmar que quando alguém mantém suas próprias ideias não é pensar no país? A resposta é clara, os autoritários acreditam que somente quem segue sua forma de pensar, pensa no país, pois todos aqueles que faz oposição deve ir para o paredão, uma vez que são inimigos do povo, somente o partido do poder gosta do povo, ama o povo, talvez seja por isso que se multiplicou o bolsa família e diminui a cada dia o número de pessoas que possam se virar com suas próprias pernas, o bom, para o partido vermelho é o ser humano que vive do Estado, que viva das esmolas do Estado.
Então quando se ouve, ou se ler, os argumentos tanto do presidente do partido que no poder arruinou as contas públicas, como de seus militantes, se percebe, claramente uma tentativa de despolitizar toda relação entre as pessoas e colocar a vida humana, somente como uma realidade de aceitar ou não aceitar, sem considerar as razões do aceitar ou do não aceitar, o porque se aceita ou não alguma ideia, ou alguma coisa. O ser humano busca sempre entender os motivos dos seus atos , e isso valoriza cada um, fortalece o indivíduo, pois este negócio de indivíduo fraco e um partido forte é coisa de fascista, de nazista e de comunista, tudo a mesma coisa, um é a cara do outro que é a cara do outro, muda as cores de suas bandeiras, mas o modus operacional é o mesmo: partido forte, trabalhador escravizado e um governo formado por escolhidos que vivem como reis absolutistas, e enquanto o povo real, morre à míngua.
Os discursos do partido forte e único, enaltecem uma fantasia e um povo que não existe, a rigor a realidade se mostra caótica e  o dia a dia se torna uma verdadeira desgraça para o povo.

Então temos agora. uma propaganda do partido de esquerda, que parte da premissa que o povo brasileiro é imbecil, pois uma afirmação em particular chama a atenção para a tentativa de confundir o trabalhador com uma criança mimada, vamos à afirmação:
- Lula mora no coração do povo brasileiro -
No coração do povo brasileiro, mora hoje, uma terrível preocupação com sua saúde, com seu emprego, com o sair para ir para uma padaria comprar pão e leite, e não só pelo preço alto como pelo perigo de ser assaltado e morto por um bandido que o partido no poder trata, na pratica, bem melhor que o trabalhador brasileiro.
Então senhor presidente do partido que no poder enganou, roubou e desviou para Cuba bilhões do nosso suor, não vou mandar o senhor tomar vergonha na cara, acho que o senhor é um caso perdido de cara deslavada, mas vou apenas lhe informar, nós temos as nossas ideias, não vamos abandona-las, vamos sim, aprofunda-las e sempre buscando o aperfeiçoamento, e pensamos no país sim e é exatamente por pensar o país que sabemos que a única solução para começar a se resolver as dificuldades é a prisão do seu chefe e isso não resolve o problema, mas possibilita um começo para tomar pé da situação e que, em 2018, com um governo democraticamente eleito e que seja respeitado pelo povo e pelo congresso, possa de verdade a encaminhar soluções de curto, de médio e de longo prazo.
Prisão de Lula e já..
Ronaldo Braga

sexta-feira, março 03, 2017

. É a vida. Mas vamos adiante. O senhor Reinaldo Azevedo vive atualmente se elogiando demasiadamente e isso não é um bom sinal, seria bom procurar ajuda médica, pode piorar. Criticar faz parte do jogo democrático, mas criticar difamando já é uma realidade doentia, e principalmente destruir pessoas que antes elogiava, mostra duas caras, que se usa de acordo a conveniência.
Eu quero saber como o Reinaldo Azevedo reproduz uma pesquisa sobre eleições de um instituto que todos sabem ser lulista e não duvida da mesma pesquisa, ora, a pesquisa foi feita para enganar trouxas e trouxa Reinaldo Azevedo não é, então ele usa uma informação falsa, pois a tal pesquisa é falsa, para servir ao seu discurso, isso me parece uma tática da esquerda, ou não é? Reinaldo Azevedo me fale da credibilidade da tal pesquisa sobre o Lula, pois pelo que eu sei, ele não fica nem no terceiro lugar, me fale da seriedade do tal instituto que fez a pesquisa e quem a encomendou? Quem pagou a tal pesquisa senhor Reinaldo Azevedo?
Ronaldo Braga